24 maio 2022 6:47
24 maio 2022 6:47

70 dias de guerra: e o que sobra dos conflitos entre Rússia e Ucrânia

Por Redação Ecos da notícia

O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, comentou hoje que qualquer transporte dos Estados Unidos e países da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) “que chegue com armas ou material para as necessidades das Forças Armadas da Ucrânia é considerado por nós como um alvo legítimo de destruição”. A Rússia também anunciou hoje ter feito novos ataques a partir de um submarino.

Sem indicar se os locais atacados eram utilizados para o transporte de armas, o Ministério da Defesa da Ucrânia relatou hoje que aconteceram ataques ao setor de transporte. “A fim de destruir a infraestrutura de transporte da Ucrânia, o inimigo disparou mísseis contra instalações nas regiões de Dnipropetrovsk, Kirovohrad, Lviv, Vinnytsia, Kiev, Zakarpattia, Odessa e Donetsk.”

A guerra na Ucrânia já dura 70 dias. E, hoje, a UE (União Europeia) propôs banir a importação do petróleo russo. “Sejamos claros: não será fácil. Mas nós simplesmente temos que trabalhar nisso”, disse a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, indicando que “será uma proibição completa de importação de todo o petróleo russo, bruto ou refinado”.

Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, falou durante sessão plenária, em Estrasburgo, na França, para debater sanções econômicas à Rússia.

presidente disse que haverá uma “eliminação gradual do petróleo russo, de forma ordenada”. Segundo ela, a UE eliminará o bruto dentro de seis meses e o refinado até o final de 2022. “Maximizar a pressão sobre a Rússia, minimizando o impacto nas nossas economias.” A Rússia também fornece 25% do petróleo importados pelos países do bloco.

O anúncio foi feito com o sexto pacote de sanções contra a Rússia por causa da invasão ao território ucraniano. Também houve ações contra bancos e veículos de comunicação do governo russo. As emissoras foram identificadas como “alto-falantes que amplificam as mentiras de [presidente russo, Vladimir] Putin e a propaganda de forma agressiva”. “Não devemos mais dar a elas um palco para divulgar estas mentiras”, segundo von der Leyen.

Chefe de gabinete da Presidência da Ucrânia, Andriy Yermak disse que os “aliados precisam encontrar uma fórmula que agrade a todos e acerte a economia do agressor”. “Isso acelerará nossa vitória comum sobre a Rússia”.

Fonte/notícias.uol

 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.227 outros assinantes

ÚLTIMAS