24 maio 2022 1:01
24 maio 2022 1:01

Programa educacional de ensino remoto do Acre é destaque nacional

Por Redação Ecos da Notícia

Com o início da pandemia de covid-19 em 2020, o ensino público estadual presencial foi suspenso e substituído pelo modelo de aulas remotas, como consequência das medidas de distanciamento social.

O estado do Acre é marcado por comunidades isoladas e zonas rurais em que há dificuldade no acesso à internet e até mesmo ao sinal de televisão. Pensando nos alunos dessas regiões, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), criou, ainda em 2020, o Programa Escola em Casa.

Esse projeto visa atender alunos da rede estadual com aulas online, por meio da televisão e também pelo rádio.

De acordo com Rarismar Bezerra, chefe do Departamento de Mídias Digitais da SEE, o programa de rádio do Escola em Casa foi pensado e desenvolvido especificamente para atender à população regional, com o objetivo de atingir os estudantes que não possuem sinal televisivo em casa, na zona rural.

“Para que os alunos dessa região não perdessem o ano letivo criamos o programa de rádio. A proposta era comprar essas aulas, mas nós, da secretaria, queríamos disponibilizar aulas adaptadas ao contexto regional do Acre e da região Norte”, destaca.

Bezerra comenta ainda que os professores tiveram um grande desafio, pois seria necessário fazer com que os alunos entendessem o conteúdo sem visualizá-lo. O propósito foi alcançado, e as aulas via rádio foram totalmente desenvolvidas e veiculadas pela rede estadual de ensino.

“Nós recebemos mensagens na Secretaria de Educação dos pais dos alunos, que querem o retorno dessas aulas pelo rádio. Esses responsáveis deram total credibilidade ao projeto”, afirma Alzemir Batista, assessor pedagógico do Programa Escola em Casa.

Com a retomada do ensino 100% presencial em todo o estado, a radiotransmissão dos conteúdos escolares foi paralisada. De acordo com Silvia Barros, chefe da Divisão de Planejamento do Departamento de Mídias da SEE, o conteúdo vai ser readaptado para complementar o ensino programático presencial.

As videoaulas, transmitidas na televisão, e as audioaulas também estão disponíveis na Plataforma Educ, da Secretaria de Educação. Os estudantes podem acompanhar os conteúdos lecionados entre 2020 e 2021, como revisão.

Esse trabalho desenvolvido pela Educação do Acre foi veiculado em reportagem especial no programa Fantástico. A matéria Professores superam barreiras para levar conhecimento no Brasil concorreu ao Prêmio Paulo Freire de Jornalismo, e recebeu na noite da última segunda-feira, 18, a premiação.

A reportagem levou a nível nacional a proposta de ensino remoto utilizada na região Norte, também relatando a superação de barreiras no estado do Pará. O projeto acreano se tornou referência na região, e passou a ser consumido também em outros estados nortistas, como Rondônia e Amazonas.

O titular da educação do Acre, Aberson Carvalho, destacou o importante trabalho desempenhado pelos diversos profissionais da SEE para universalizar a educação no estado.

“De fato, uma matéria de grande importância, que mostra a realidade que muitos enfrentaram neste período de pandemia. Parabéns pelo prêmio, que conseguiu mostrar com clareza como nossas equipes de professores e gestores tiveram que se reinventar para que a educação não parasse, para que todos seguissem com acesso à educação”, conclui.

Ainda não há previsão de retorno do programa de rádio do Escola em Casa, mas o planejamento e readaptação do conteúdo já está em andamento, para que as audioaulas sejam retomadas.

Fonte: Agência Acre

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.224 outros assinantes

ÚLTIMAS