23 maio 2022 10:27
23 maio 2022 10:27

Mercados de Cruzeiro do Sul exprimem tradição e cultura do Acre

Por Juruá Online

Cruzeiro do Sul tem cheiro, sabor e tempero. Assim como acontece em todo o mundo, os mercados públicos, além de constituírem ponto de comércio e de encontro, exibem as tradições e a cultura de um povo. Por isso, visitar os mercados do município e levar produtos regionais, como a famosa farinha de tapioca, o biscoito de goma, cascas e raízes medicinais é algo comum para os cruzeirenses e turistas.

Em Cruzeiro, de manhã cedinho, o Mercado do Produtor já está lotado de pessoas à procura de especiarias locais.

A comerciante Orieta Silva trabalha ali desde 2001, quando seu marido, responsável pelo espaço, faleceu. “Ele estava aqui desde a fundação e construímos uma história juntos. Com as vendas, demos o sustento à nossas família e hoje continuo à frente do negócio”, relata.

Comerciante Adel Abidala tem variedade em produtos. Foto: Neto Lucena/Secom

O comerciante Adel Abidala garante que já viu gente do mundo inteiro em seu comércio: “Pessoas de todos os lugares do mundo vêm em busca das nossas especiarias. Aqui temos a melhor farinha de mandioca do mundo e muitos outros produtos, como a farinha de tapioca, o beiju e queijos regionais”.

O mercado, que hoje conta com 35 boxes, foi inaugurado em 1978 e é administrado pela Associação Comercial dos Vendedores de Produtos Regionais de Cruzeiro do Sul (Acoprec). Funciona das 4h30 às 17h, de domingo a domingo. Lá é possível tomar aquele café regional e conhecer um pouco mais da culinária da região.

Outro ponto tradicional da cidade é o Mercado do Peixe, que funciona de segunda a sábado, das 8 às 17h, e aos domingos e feriados, das 8 às 13h. Ali se pode encontrar peixes de várias espécies, fresquinhos, e também a produção local de verduras e legumes.

Na Peixaria Poxoca, é possível encontrar espécies de peixe criados em açudes. Foto: Neto Lucena/Secom

O mercado

Nazaré Aguiar, conhecida pelos clientes como “Vozinha”, trabalha há 40 anos com a venda de verduras e outros produtos nos mercados de Cruzeiro do Sul.

“Todos os meus quatro filhos trabalharam comigo vendendo verdura. Essa renda sempre ajudou na criação deles. O meu produto é orgânico e fresquinho. A banca é pequena, mas tem de tudo”, garante.

Conhecida por “Vozinha”, a comerciante vende de legumes ao tucupi. Foto: Neto Lucena/Secom

Mailson Oliveira, natural de Manaus, mora em Cruzeiro do Sul há dois anos é cliente habitual dos mercados. “Uma vez por semana, venho à feira. Compro um pouco de tudo e tudo aqui é fresquinho. Sou cliente fiel”, afirma.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.224 outros assinantes

ÚLTIMAS