23 maio 2022 5:56
23 maio 2022 5:56

Mãe é condenada a 32 anos de prisão por matar filho com doses de insulina no DF

Por Redação Ecos da Notícia

Sentença também diz respeito a duas tentativas de homicídios contra outros filhos, usando o mesmo método; pai foi absolvido. Segundo Justiça, ela queria forjar condição médica nas crianças para arrecadar dinheiro.

Casal é preso suspeito de matar filhos com injeção de insulina no DF.

O Tribunal do Júri de Brasília condenou, na terça-feira (4), uma mãe acusada de matar um filho e tentar assassinar outros dois com doses de insulina. Luana Afonso do Nascimento foi sentenciada a 32 anos de prisão, por um homicídio qualificado e duas tentativas.

A mãe, que está presa desde 2019, deve cumprir a pena em regime inicialmente fechado e não poderá recorrer em liberdade. O pai das crianças, Ronildo Eugênio Dias, também era réu no processo, mas foi absolvido. Após o julgamento, a Justiça determinou a soltura dele.

O caso foi descoberto em 2017 e, segundo as investigações, a mulher usava insulina para forjar condições médicas nas crianças e arrecadar dinheiro (relembre abaixo). O g1 acionou a Defensoria Pública do DF, responsável pela defesa de Luana, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem.

Relembre o caso

O casal tinha seis filhos. Segundo a acusação, a partir de 2014, a mãe passou a aplicar insulina nas crianças, sem prescrição médica. A atitude provocou o desenvolvimento de uma doença na qual há excesso do hormônio no corpo. Quatro filhos do casal foram identificados com a condição.

Desses, dois morreram morreu e outros dois foram internados várias vezes e correram risco de vida. De acordo com o Ministério Público do DF (MPDFT), o objetivo da mulher era usar a condição dos filhos e fazer campanhas de arrecadação de dinheiro para a família.

O caso foi descoberto depois que uma das crianças foi internada no Hospital Universitário de Brasília (HUB). O menino deu entrada na unidade de saúde após uma convulsão. Os médicos conseguiram reverter o quadro, mas decidiram investigar o caso após os pais relatarem ter tido mais três filhos (incluindo os dois que morreram) com a doença.

Pais são suspeitos de aplicar insulina em bebê de dois meses para simular doença

Câmeras de segurança do hospital flagraram o momento a mãe pode ter aplicado insulina no filho, já internado (veja vídeo acima). As imagens mostram a mulher com o menino no colo, “em movimento que sugere a administração exógena de substância que se acredita tratar de insulina de ação rápida, o que justifica a alteração do quadro de hipoglicemia exposto”, segundo a investigação.

Fonte: g1 DF

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.224 outros assinantes

ÚLTIMAS