16 maio 2022 11:01
16 maio 2022 11:01

Jornalista da Globo levou cerca de 10 facadas e foi ferido no pescoço

Por Redação Ecos da Notícia

Um relatório preliminar da Polícia Civil do Distrito Federal aponta que o jornalista da TV Globo Gabriel Luiz, 29, recebeu cerca de 10 facadas durante o ataque que sofreu na noite de ontem. Os golpes atingiram regiões como abdômen, braços e pescoço. Segundo boletim médico, o estado de saúde é grave, porém estável, e o jornalista corre risco de morte por causa de perfurações em órgãos vitais, como pulmão e veias no pescoço e estômago.

Gabriel foi atendido no Hospital de Base de Brasília, com hemorragia. A equipe médica informou que sangramentos no fígado, no estômago e no pâncreas do jornalista foram controlados. Gabriel chegou a ficar consciente, recebeu visita do pai, mas foi intubado, já que pode ser transferido para um hospital particular.

O ataque aconteceu num estacionamento próximo ao prédio em que ele mora, no Sudoeste, região administrativa do DF, próxima ao Plano Piloto.

O jornalista foi encaminhado para a UTI (Unidade de Tratamento Intensiva) depois de ser submetido a cirurgias vasculares no pescoço e nas mãos. Em nota, a secretaria de Segurança Pública do DF afirmou estar empenhada na captura dos suspeitos.

“A investigação está em curso e chegará a bom termo. Não descartamos nenhuma hipótese sobre as razões do ataque. Tudo vai ser esclarecido. Prestamos solidariedade ao Gabriel e sua família”, disse a pasta.

Possível tentativa de latrocínio

De acordo com o delegado que apura o caso, Douglas Fernandes, a investigação busca os suspeitos. A corporação trabalha com a hipótese de tentativa de latrocínio, mas não descarta tentativa de homicídio doloso.

No local do crime foram encontradas uma carteira e a faca que teria sido usada no crime. O celular de Gabriel, que estava desaparecido, foi localizado no início da tarde de hoje por um morador da região.

A polícia pede para que a população acione o 197 caso tenha informações sobre os autores do crime.

Saída ao mercado e pedido de socorro
Gabriel foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros do DF sentado debaixo de uma marquise, tentando conter o sangramento, após ser atingido. Segundo a administração do edifício em que ele mora, o jornalista havia saído a pé para ir a um comércio local.

Segundo testemunhas ouvidas pelo UOL, Gabriel foi seguido por dois suspeitos, que o cercaram. Segundo relatos, um dos criminosos segurou a vítima para o outro esfaquear. Durante os ataques, o jornalista pediu socorro ao porteiro do prédio onde mora.

Câmeras de segurança registraram a aproximação dos suspeitos. As imagens mostram Gabriel passando pelo estacionamento sozinho. Um suspeito aparece logo em seguida e outro atrás dele. Os dois atacam Gabriel com golpes de faca e, em seguida, saem correndo em fuga.

Fonte: Uol Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.197 outros assinantes

ÚLTIMAS