21 maio 2022 7:15
21 maio 2022 7:15

Irmãos acusados de decapitar jogador de escola de futebol vão a júri popular

Por Redação Ecos da Notícia

Walisson Campos de Almeida (foto), o Coala, e Paulo Ricardo de Almeida Martins, o Paulinho, vão a júri popular para responder pelo assassinato do jovem Samuel Conceição. A decisão é da Juíza da 1ª Vara do Tribunal, Luana Campos.

Os réus serão julgados pelos crimes de homicídio duplamente qualificado, corrupção de menores e também por integrar organização criminosa. O terceiro réu, Rodrigo Dantas de Mendonça, foi impronunciado por falta de provas.

Samuel Conceição da Silva, de 18 anos, foi assassinado no dia dois de março do ano passado. Consta na denúncia que os irmãos Walisson Campos e Paulo Ricardo, e ainda um adolescente, participaram diretamente do crime. O ex-jogador de futebol de base estava em casa quando teria sido chamado pelo vizinho Walisson.


Samuel Conceição da Silva, vítima

A vítima foi levada para uma área de mata no ramal da Zezé, região do 2º Distrito de Rio Branco. No local, Samuel Conceição foi decapitado e o corpo só foi encontrado no dia seguinte por populares. Um trabalho de investigação da Delegacia de Homicídios identificou os acusados.

O advogado Romano Gouveia foi nomeado para atuar na defesa dos irmãos Walison Campos e Paulo Ricardo. “Em plenário, vamos alegar que a motivação foi passional. O caso não está relacionado a guerra de facções”, disse Romano.

A data do júri ainda não foi definida, mas deverá ocorrer ainda este ano.

Fonte: Acrenews

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.224 outros assinantes

ÚLTIMAS