24 maio 2022 8:58
24 maio 2022 8:58

Igreja tem sido um caminho de solução para os membros de facções que buscam escapar da morte no Acre.

Por Redação Ecos da Notícia

Para quem busca um novo caminho e pretende sair do julgo da facção criminosa, SÓ existe um caminho, o indivíduo deve optar pela vida de sanidade. Ser membro de uma igreja é o único caminho autorizado pelas líderes de facções para aqueles que decidem “rasgar a camisa”.

A escolha da denominação fica a carco da pessoa que pretende seguir pelo novo caminho. Diante do cenário vários membros de facção, para fugir da morte, estão optando pela “salvação”.

Para se desligar da organização criminosa o faccionado precisa gravar um vídeo em companhia de um líder religioso. Na mensagem ele precisa deixar bem claro a escolha e decisão em mudar de vida e que agora o seu caminho será os passos de Jesus.

Essa é a única opção aceitar por todas as facções. Quando desligado, a mudança tem que refletir também nas atitudes. Religiosidade, amor ao próximo, compaixão e caridade são pontos fundamentais.

Mesmo na igreja, os ex-faccionados não se livram, de vez, do olhar atento dos criminosos. As restrições também são vigiadas. Fica proibida a permanência em bares e locais elencados pela facção.

Os “rasgar a camina” é efetivado momento em que o vídeo chega as mãos do líder da facção. É aí que o criminoso deixa o velho e passar a “Tá na Benção”.

Do Juruá24horas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.228 outros assinantes

ÚLTIMAS