24 maio 2022 10:40
24 maio 2022 10:40

Em operação que durou mais de 17 horas, polícia resgata corpo de acreano morto em seringal na Bolívia

Crime ocorreu na noite de segunda-feira (11). Corpo chegou ao Acre nessa quarta-feira (13).

Por Redação Ecos da Notícia

Uma ação da Polícia Civil, da cidade de Plácido de Castro, no interior do Acre, que durou cerca de 17 horas, resgatou o corpo do acreano Genival de Oliveira Lima, de 30 anos, morto na última segunda-feira (11) em um seringal na Bolívia, com pelo menos três tiros de espingarda que atingiram o pescoço, canela e costela.

A equipe se deslocou na manhã de terça-feira (12) e retornaram com o corpo de Lima já na quarta-feira (13), segundo informou o delegado Danilo Almeida, responsável pela investigação.

“Na manhã do dia 11 de abril recebemos informes de que um brasileiro havia sido assassinado na Bolívia, nas proximidades de um sítio de coletores de castanha, na colocação São José, que fica no Igarapé, Pico Maia, afluente do Abunã. De pronto, fizemos contato com a polícia Boliviana e montamos uma operação. Após navegarmos por 6 horas no rio Abunã e percorrermos cerca 10km de mata fechada, chegamos ao local indicado, onde encontramos o corpo”, disse o delegado.

Conforme o delegado, os dois trabalhavam juntos e tiveram um desentendimento enquanto bebiam e o suspeito, que é um boliviano, acabou efetuando os disparos na vítima que não resistiu.

Almeida informou que, após o resgate, o corpo encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) em Rio Branco para fazer os exames cabíveis Além disso, informou que as investigações estão avançadas e que elementos de prova foram coletados e diversas testemunhas já foram ouvidas.

“As investigações estão bastante avançadas, o suspeito já foi identificado e em breve será preso”, pontuou.


Crime ocorreu em um seringal na Bolívia, na segunda-feira (11) — Foto: Arquivo/Polícia Civil

Fonte: G1ACRE

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.228 outros assinantes

ÚLTIMAS