25 maio 2022 7:44
25 maio 2022 7:44

Dupla é presa suspeita de participação na morte de boliviano em Brasiléia, interior do Acre

PM-AC apreendeu armas, drogas e dinheiro após crime em Brasiléia. Denúncia anônima ajudou as equipes policias a chegar até os suspeitos.

Por Redação Ecos da Notícia

Após a morte do boliviano Fernando Ciro Rasguido, de 39 anos, a Polícia Militar prendeu, ainda na madrugada desta quinta-feira (14), dois homens que teriam participado do crime. O boliviano foi morto a tiros na noite de quarta (13) ao chegar em casa, na Rua Raimundo Teodoro, no bairro Marcos Galvão.

A esposa da vítima disse que presenciou o crime e contou à polícia que, ao chegar em casa, desceu do carro e foi abrir o portão. Assim que saiu do veículo, um homem, que estava armado, efetuou ao menos cinco tiros contra o marido dela. A testemunha disse ainda que não foi possível ver quem foi o executor, pois ele estava de capacete.

Logo após o crime, a PM-AC e policiais que estavam na Operação Hórus receberam uma denúncia afirmando que os responsáveis pela morte estavam no bairro Alberto Castro, em Brasileia. Equipes da Companhia de Operações Especiais (COE), do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro do 5º BPM) e do Grupo Especial de Fronteira (Giro) apreenderam duas armas de fogo, 16 trouxinhas de cocaína, 29 barrinhas de maconha e mais de R$ 590 em dinheiro.

Uma das armas apreendidas foi um revólver calibre 32 que estava com duas munições intactas. Um dos presos teria informado para a polícia onde estava outro revólver do mesmo calibre que também teria sido usado no homicídio.

A reportagem tentou contato com o delegado responsável pelas investigações e não obteve retorno.


Material foi apreendido na madrugada desta quinta-feira (14) após homicídio — Foto: Arquivo/5º BPM

Mortes no Acre

Um levantamento feito pelo g1 apontou que ao menos oito pessoas foram assassinadas a tiros na região do Alto Acre desde o mês passado. Mas, também foram registradas mortes na capital acreana, Rio Branco.

A primeira morte foi do jovem Antônio José Souza de Paiva, de 26 anos, no da 14 de março, na invasão do Nazaré, em Brasiléia. Segundo a polícia, ele foi executado com cerca de cinco tiros.

Já no dia 23, foi registrada a morte de Ismael Leite do Nascimento, de 31 anos, também em Brasiléia. Um morador de rua que filmava a enchente que atingia a cidade naquele dia registrou os tiros que teriam matado a vítima.

Cinco dias depois, Vanderlan da Silva Progênito, de 29 anos, foi assassinado a tiros em um bar no bairro Aeroporto Velho, em Epitaciolândia, interior do Acre. Durante o ataque, outras duas pessoas, entre elas a mulher de Progênito, ficaram feridas.

No dia 30 do mês passado, o adolescente Rafael de Araújo, de 17 anos, morreu na cidade de Brasiléia após ser atingido com dois disparos nas costas e no pescoço.

As outras quatro mortes foram registradas já no mês de abril. Porém, também no mês março, o marceneiro Arinaldo Rego de Andrade, de 29 anos, foi achado morto a tiros e facadas, no dia 13, no Projeto de Assentamento Moreno Maia, zona rural de Rio Branco. A vítima foi encontrada já sem vida pela própria mãe em frente de casa.

O idoso Adelino Eufrázio da Silva, de 67 anos, foi encontrado morto a tiros no dia 15 de março, dentro de casa na Travessa Primavera, no bairro Canaã, região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Marcondes Inácio de Oliveira, de 33 anos, foi morto a tiros no dia 1º, na Rua Major Ladislau Ferreira, bairro Abrahão Alab, em Rio Branco. Segundo a polícia, ele foi até a casa da ex-mulher com um facão e acabou sendo baleado pelo atual namorado dela, um policial penal de 29 anos.

No dia 7 desta mês, Sebastião Alves Pereira, de 50 anos, foi assassinado a tiros em uma propriedade na zona rural da cidade de Assis Brasil. Ele era acusado de matar o cunhado e atirar na esposa e em outro irmão da mulher na zona rural de Assis Brasil, no interior do Acre, em setembro de 2020.

Na segunda (11), um homem foi encontrado morto a golpes de faca e degolado dentro de uma casa no bairro Triunfo, em Senador Guiomard, interior do Acre.

Um adolescente, de aproximadamente 16 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (13) após ser baleado no bairro Ana Vieira, em Sena Madureira, interior do Acre. A Polícia Militar (PM-AC) informou que dois homens passaram em uma motocicleta e atiraram na vítima.

Fonte: G1ACRE

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.226 outros assinantes

ÚLTIMAS