24 maio 2022 7:47
24 maio 2022 7:47

Devido erros deputados pedem nova votação de reajuste salarial nesta terça na Aleac.

Cabo esticado: erros obrigam nova votação e polêmica aumenta

Por Redação Ecos da Notícia

Mais uma vez a questão do reajuste salarial de 5,42 % dos servidores da educação está causando uma verdadeira polêmica nos bastidores da ALEAC (Assembléia Legislativa). É que a votação deve ser votada mais uma vez nesta terça-feira (05/04) porque segundo o projeto de lei do reajuste foi votado com erros na última sexta-feira 01.

A votação está sendo proposta pelos deputados da oposição do governador Gladson Cameli (PL), e segundo o bloco da oposição mesmo com a votação ter ocorrido antes do dia 02 de abril a PL ainda está dentro do prazo, haja vista, que a votação foi apenas do auxílio alimentação de R$ 500,00.

Para os deputados da oposição Fagner Calegário (Podemos) e Edvaldo Magalhães (PC do B) alegam ainda que o valor do reajuste deve ter um acréscimo de 10 %.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.224 outros assinantes

ÚLTIMAS