20 maio 2022 3:59
20 maio 2022 3:59

Conheça a brasileira que aparece em vídeo com cantores egípcios condenados à prisão

Por IstoÉ

Nesta semana veio à tona o caso de dois cantores egípcios condenados a um ano de prisão após gravarem um vídeo em 2020 com a brasileira Lurdiana Tejas, dançarina do ventre popular no país. Desde então cresceu a curiosidade sobre ela.

Nascida em Porto Velho, Rondônia, Lurdiana Tejas tem 33 anos e é uma bailarina de dança do ventre que faz sucesso no Egito, onde mora desde 2017. As informações são do “O Globo”.

O sucesso da dançarina começou em 2020, após viralizar um vídeo seu dançando em um salão de beleza. Atualmente, ela acumula mais de 2 milhões de seguidores nas redes sociais e participa de clipes de música e programas de televisão no país muçulmano.

Lurdiana conta que sempre teve vontade de morar fora do país e trabalhar profissionalmente como dançarina. Em 2017, após se separar no marido, recebeu uma proposta e se mudou para o Egito. “Vim com moradia, contrato e indicação da minha amiga, porque tinha bastante medo de ser furada”, diz.>

Nesse período, Lurdiana morou em Sharm el-Sheikh, Alexandria e atualmente vive na capital Cairo. “Muitas bailarinas tinham medo de vir para cá. Elas trabalhavam mais em outros países árabes. Depois que eu vim, fiz algumas seleções e trouxe algumas para o Egito através da companhia em que eu estava trabalhando. Não só no Cairo, mas também nas outras cidades turísticas”, conta.

Segundo ela, a maior parte das dançarinas profissionais do ventre são estrangeiras, pois o gênero passou a ser associado a prostituição no país. “Muitas famílias proíbem. Eles alegam, segundo a religião deles, que a mulher não pode expor o corpo em público. O que a bailarina faz é considerado pecado”, revela.

Apesar de todo conservadorismo, Lurdiana conta que há um grande prestígio a dança do ventre entre as estrangeiras. “Faz parte da cultura, faz parte do dia a dia. As mulheres dançam entre elas em festas, casamento. Nas academias, há aulas de dança do ventre. Elas estão sempre dançando, mas de forma festiva e natural”.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.226 outros assinantes

ÚLTIMAS