23 maio 2022 10:57
23 maio 2022 10:57

Ciopaer promove interação com crianças autistas no dia mundial de conscientização

Por Redação Ecos da Notícia

O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) integra as forças de Segurança do governo do Estado do Acre para salvar e proteger a população, com atendimento ágil possível por meio do transporte aéreo. Integração também foi “o marco” na atividade de apresentação da equipe e do serviço para as crianças com transtorno do espectro autista, na manhã deste dia 2 abril, data que marca o Dia Mundial de Conscientização do Autismo.

Tudo que envolve aviação naturalmente chama atenção das crianças e no caso das crianças com essa síndrome não foi diferente, mesmo o déficit de atenção sendo uma característica comum entre eles, o que se viu foi olhinhos de admiração, sorrisos e expressões de contentamento para com a apresentação dos pilotos e do helicóptero.

A interação do Ciopaer com as crianças com síndrome do espectro autista e seus familiares no Centro de Ensino de Segurança Pública Integrado de Ensino e Pesquisa (Cieps), onde funciona a base administrativa e também está sendo instalada a base de pouso dos helicópteros. A equipe composta por oito pilotos e 10 operadores aerotaticos mostrou como funciona os serviços, maioria em caráter de resgate.


Crianças demonstraram encantamento com o helicóptero e não faltou o tradicional registro. Foto: Neto Lucena.

O encontro com as cerca de 40 crianças autistas ocorreu por meio da procura dos próprios familiares. Durante a apresentação foram mostradas as ações de resgate de emergência em locais isolados, quando a vida depende da agilidade do transporte aéreo.

O coordenador do Ciopaer, major/PM Samir Freitas, falou sobre as expectativas positivas no encontro com as crianças, tendo em vista o encantamento natural que a atividade desperta nos pequenos, destacando o momento favorável que o setor se encontra, pelo olhar atento do poder executivo, com investimento em dois helicópteros para operacionalizar as ações.


Major Samir apresentou sua equipe e destacou o quão gratificante são as missões de resgate que objetivam salvar vidas. Foto: Neto Lucena.

“Nossa primeira atividade com crianças, a constatação da importância de jamais parar de sonhar”, ponderou o major.

A presidente da Associação Família Azul do Acre, Heloneida Gama, falou sobre a importância da interação da equipe do Ciopaer com as crianças e seus familiares, lembrando que o autismo não tem cara e muitas vezes é confundido com falta de educação, pais chegam a ser hostilizados em atendimento preferencial por suas crianças não aparentarem debilidades físicas.


Familiares e suas crianças nos tradicionais registros durante atividade junto ao Ciopaer.Foto: Neto Lucena.

“Assim como todas as crianças, os que são acometidos por esse transtorno também são encantados por aviação, sonham, querem conhecer e toda atividade de inclusão deve ser festejada,” reconheceu Gama.

O casal Patrícia Moraes e Leandro Cordeiro participou da atividade com o filho Felipe, seis anos, viu como positivo esse tipo de iniciativa, ao passo que estimula, inclui, promove interação social também para os familiares, pois os mesmos enfrentam desafios silenciosos e solitários na lida com uma condição tão especial de seus filhos.


Casal Patricia Moreas e Leandro Cordeiro levou o filho Felipe para participar das atividades, destacou os desafios quotidianos da inclusão. Foto: Neto Lucena.

“O Contentamento do nosso filho valeu muito a pena e agradeço tamanha atenção dos militares”, reconheceu a mãe do pequeno Felipe.

Galeria de Imagens:

Fonte: Agência do Acre

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.224 outros assinantes

ÚLTIMAS