19 maio 2022 4:42
19 maio 2022 4:42

Após semanas em UTI, morre indígena de 11 anos atropelado na BR-364

Por Redação Ecos da Notícia

Na tarde de ontem (19), morreu o garoto indígena da etnia Katukina que foi atropelado por um caminhão na BR-364 no dia 25 de março. Após cirurgias e um período na UTI no Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, David de Souza Katukina havia sido transferido à Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital de Rio Branco.

David (VariMetsa no nome indígena) tinha apenas 11 anos, e voltava da escola da comunidade com um colega.

Na ocasião, o motorista José Glaison Albuquerque Pontes, de 38 anos, não prestou socorro à vitima, e apresentou-se à Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul e após prestar depoimento foi liberado sem a necessidade de pagar fiança. O motorista afirma que não ficou no local devido ao medo de alguma possível represália.

O corpo do menino está vindo para Cruzeiro do Sul e será enterrado na Terra Indígena.

Em contato com a Redação da TV Juruá, o líder da etnia do menino, Adriano Katukina, e familiares pedem justiça no caso:

Queremos pedir justiça às autoridades, pois não é a primeira vez que isso acontece. Na comunidade indígena tentamos apenas fortalecer nossa cultura e nosso povo, e é muito difícil ter que lidar com tamanha injustiça. Sei que não podemos trazer David de volta, mas iremos buscar nossos direitos”, diz Adriano.

O avô de David, Metsa Varinawa, questiona a impunidade de crimes cometidos contra indígenas. “Nos foi dito que acidente de trânsito não prende ninguém. Sinto que justiça é feita apenas quando algum indígena está errado, mas esquecida quando nós somos as vítimas”, finalizou.

Fonte: Juruá Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.222 outros assinantes

ÚLTIMAS