23 maio 2022 7:41
23 maio 2022 7:41

Trio que executou jovem na frente da esposa é condenado a mais de 60 anos de prisão

Por Redação Ecos da Notícia

Ryan Vieira, Jeandson da Silva e Jeová Andrade foram condenados a quase 65 anos de prisão por envolvimento na morte do jovem Ítalo Brito, de 18 anos. A decisão foi do conselho de sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditória Militar, durante sessão realizada nesta quinta-feira, 24.

Cada um dos réus foi sentenciado a mais de 21 anos de prisão e o regime de cumprimento da pena deverá ser o fechado. Ryan Vieira, Jeandson da Silva e Jeová Andrade não poderão recorrer em liberdade.

Ítalo foi executado a tiros em 26 de junho de 2020. O crime, tipo de execução, ocorreu no apartamento da vítima em um residencial localizado na Travessa Pedro Altino, região do bairro Vitória. Consta na denúncia que os criminosos invadiram o imóvel e executaram o jovem a tiros na frente da esposa.

Em menos de duas semanas, esta é a segunda condenação de Ryan Vieira e Jeandson da Silva. No último dia 15 eles foram sentenciados a mais de 31 anos de prisão pela morte de Nunes Pereira de Assunção.

Fonte: AcreNews

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.222 outros assinantes

ÚLTIMAS