5 julho 2022 11:13
5 julho 2022 11:13

Tia mata sobrinha de 2 anos e viaja com o corpo escondido em mala para o interior do AM

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A criança ficava sob os cuidados da tia, mas era agredida por ela e pelo companheiro.

Manaus, AM – A pequena Lorenna Ferreira Rodrigues, de 2 anos, foi encontrada morta dentro de uma mala enterrada em um quintal, sendo os principais suspeitos do crime os tios, que cuidavam da criança. O caso aconteceu em uma comunidade indígena no município de Autazes, distante cerca de 113 quilômetros de Manaus.

A tia da criança, Ana Beatriz Barbosa, de 19 anos, afirmou em depoimento que cuidava da criança com o companheiro para que a mãe da criança pudesse trabalhar. A mulher ainda informou que mora em Manaus, e estava cuidando da criança, quando o crime aconteceu.

Segundo o investigador Luiz Carlos Queiroz, da 39ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Autazes, durante o depoimento, ela afirmou que ela e o companheiro “corrigiam” a criança com agressões.

Com tantas agressões, a criança passou mal e faleceu e, com a ajuda do parceiro, a mulher escondeu o corpo da vítima em uma mala e decidiu viajar para Autazes, onde mora a família dela. Chegando ao município, a jovem enterrou a mala em uma cova rasa no quintal do próprio pai. Ao tomar conhecimento, o homem acionou a polícia, que deteve Ana Beatriz por ocultação de cadáver.

De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal (IML), a criança teve hemorragia intracraniana, traumatismo crânio encefálico e trauma de ação contundente. A suspeita permanecerá custodiada na carceragem da 39ª DIP à disposição da Justiça.

Confira a nota da Polícia Civil:

O Boletim de Ocorrência (BO) registrado na 39ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Autazes (a 113 quilômetros de Manaus), nesta terça-feira (29/03), às 14h10, uma equipe policial se deslocou à comunidade indígena Marechal Rondon, para averiguar a informação de que o corpo de uma criança, identificada como Lorena Ferreira Rodrigues, que tinha 2 anos, havia sido encontrado no local.

Segundo o investigador Luiz Carlos Queiroz, gestor da 39ª DIP de Autazes, a tia da criança, Ana Beatriz Barbosa, de 19 anos, foi presa em flagrante, por ocultação de cadáver. No relato, a tia disse que morava em Manaus, no bairro Compensa, zona Oeste, juntamente com seu companheiro, e que a criança estava aos cuidados da mulher, após a mãe da vítima viajar.

Ainda segundo o relato, a jovem disse que ela e o companheiro “corrigiam” a criança por meio de agressões físicas. Que no último dia 23 a criança passou mal e veio a falecer no município de Manaus.

Para ocultar o crime, a mulher, com auxílio de seu companheiro, viajou até a residência de seu pai, que fica no município de Autazes, momento em que enterrou a criança em cova rasa. Posteriormente, ao ter conhecimento sobre o caso, o pai da mulher acionou a polícia.

Ana Beatriz foi presa em flagrante por ocultação de cadáver e um Inquérito Policial (IP) foi instaurado para apurar o possível crime. Ela permanecerá custodiada na carceragem da 39ª DIP à disposição da Justiça.

Fonte: Portal AM1

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.801 outros assinantes

ÚLTIMAS