22 maio 2022 5:58
22 maio 2022 5:58

Rússia restringe acesso ao Google Notícias, acusado de divulgar desinformação sobre guerra

Desde o início da guerra na Ucrânia, o governo russo reforça o controle sobre as informações divulgadas na Internet

Por Metro 1

O regulador de mídia da Rússia (Roskomnadzor) restringiu o acesso ao serviço online Google Notícias, acusado de dar acesso a informações falsas sobre a ofensiva na Ucrânia, informaram agências de notícias russas nesta quarta-feira (23).

A decisão foi tomada a pedido da Procuradoria-Geral da Rússia, segundo um comunicado do Roskomnadzor, citado pelas agências. O serviço de notícias online “assegurava o acesso a muitas publicações e materiais que contêm informações falsas sobre o desenvolvimento da operação militar especial no território ucraniano”, justifica o comunicado.

Desde o início da intervenção russa na Ucrânia, em 24 de fevereiro, o governo russo reforça o controle sobre as informações divulgadas na Internet

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.230 outros assinantes

ÚLTIMAS