16 maio 2022 10:21
16 maio 2022 10:21

Marido que torturou e matou a esposa em 2014 é condenado, mas continua foragido

Por Redação Ecos da Notícia

Cláudio Luciano de Moura foi condenado pelo assassinato da esposa, Evelene Ludugero da Silva. O homicida foi sentenciado a 24 anos e 6 meses de prisão por assassinato com as qualificadoras de motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima. A decisão foi do Conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar.

O júri, ocorrido na semana passada, não contou com a presença do réu, que é considerado foragido. O crime ocorreu em 27 de abril de 2014 na residência do casal, localizada no Ramal da Castanheira, região da Vila Acre. Consta na denúncia que a vítima foi torturada e depois assassinada pelo próprio marido.

Após o julgamento um novo mandado de prisão foi expedido.

Fonte: AcreNews

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.197 outros assinantes

ÚLTIMAS