26 maio 2022 12:13
26 maio 2022 12:13

Após morte de bebê, Anvisa determina recolhimento de cinco marcas de fórmulas infantis no Brasil

Produtos da empresa Abbott Nutrition estão sob suspeita de contaminação por bactéria que pode ser letal

Por Redação Ecos da Notícia

A Agência Nacional de Vigilância em Saúde (Anvisa) determinou o recolhimento de lotes das fórmulas infantis em pó das marcas Human Milk Fortifier, Similac PM 60/40, Similac, Alimentum e EleCare, todas da empresa Abbott Nutrition, que foram fabricados na cidade de Sturgis, nos Estados Unidos.

A medida ocorre após a Food and Drug Administration (FDA, agência que regula medicamentos e alimentos nos EUA) iniciar uma investigação sobre quatro internações de bebês com menos de seis meses de idade após o consumo de um dos produtos. Três dos bebês apresentaram infecção por Cronobacter sakazakii e um por Salmonella newport e um morreu.

A Anvisa publicou uma medida preventiva, em 3 de março, proibindo a importação, a comercialização, a distribuição, a propaganda e o uso das fórmulas infantis em pó das marcas Human Milk Fortifier, Similac PM 60/40, Similac, Alimentum e EleCare, da Abbott Nutrition. Ao mesmo tempo, a agência abriu um processo investigativo junto à importadora Abbott Laboratórios do Brasil Ltda., de forma a identificar os lotes específicos dos produtos que foram comercializados pela empresa em território nacional.

Em nota a GZH, a Abbott afirmou que as marcas impactadas pelo recolhimento não são comercializadas pela empresa no Brasil  e que “nenhum produto nutricional da Abbott vendido” no país foi afetado pela medida. (Abaixo, leia a nota na íntegra)

“Apesar de o alerta internacional ter indicado que houve distribuição do produto Similac para o Brasil, a representante da Abbott Nutrition no Brasil informa que não houve importação dos produtos que estão sendo recolhidos. A agência está em contato com a Rede Infosan [que emitiu o alerta internacional] para esclarecimento das divergências de informações”, diz comunicado da Anvisa.

Como identificar os lotes?

Os lotes com suspeita de contaminação que estão sendo recolhidos no Brasil podem ser identificados pelos dígitos na parte inferior da embalagem. De acordo com orientações da Anvisa, as numerações do lote começam com os dois primeiros dígitos entre 22 e 37, contendo K8, SH ou Z2, e com data de validade para 1º de abril de 2022 ou data posterior.

No caso de fórmulas com os dígitos acima, a recomendação da agência sanitária é que o produto não seja consumido e que a Abbott seja contatada para a devolução do produto pelo telefone 08008912690 ou pelo e-mail [email protected]

O que é fórmula infantil?

leite materno é o alimento mais completo para bebês de até seis meses de vida. Além de hidratar e fornecer os nutrientes necessários para o desenvolvimento da criança, a amamentação é reconhecida por fortalecer o vínculo entre mãe e filho. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), outra vantagem do leite materno é a redução no risco de infecções gastrointestinais nos pequenos e perda de peso mais rápida nas mulheres.

Porém, em casos de impossibilidade, e após recomendação de um profissional de saúde especializado, é utilizada a fórmula infantil como substituto para os lactentes, bebês com menos de seis meses.

Desenvolvidas na tentativa de reproduzir o leite materno, as fórmulas têm quantidades de proteínas, carboidratos, gorduras e micronutrientes dosadas de acordo com as necessidades de cada faixa etária, inclusive de prematuros.

Segundo orientações da Anvisa, durante o uso da fórmula é preciso diluir o produto na quantidade adequada e na temperatura segura (70ºC), que garante um risco menor de contaminação por microrganismos nocivos, como determinadas bactérias.

Leia, na íntegra, a nota da Abbott

“Na Abbott, a saúde e a segurança de nossos consumidores é uma prioridade. Nenhum produto nutricional da Abbott vendido no Brasil está afetado por este recolhimento. Nossos produtos são seguros, sinta-se confiante para utilizá-los.

Vale destacar que as marcas impactadas por este recolhimento não são comercializadas pela Abbott no Brasil. Além disso, a empresa está comprometida em manter os mais altos padrões de fabricação de todos os produtos nutricionais. Já começamos a implementar ações corretivas e melhorias na fábrica de Sturgis nos Estados Unidos, alavancando novas tecnologias e fortalecendo nossos processos, para dar aos pais e consumidores uma confiança renovada na qualidade de fabricação desta localidade.”

Fonte: GHZ

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.265 outros assinantes

ÚLTIMAS