26 maio 2022 12:31
26 maio 2022 12:31

ALAGAÇÃO: Rio Acre se aproxima da cota de alerta e marca 13m, outras cidades já foram afetadas pela cheia

Por Redação Ecos da Notícia

O Rio Acre registrou no início da noite desta quarta, 23, um aumento de 33 cm entre 6h da manhã e 18h.

Em alguns pontos da capital acreana, como o bairro 06 de agosto, várias pessoas já registraram o grande volume de água em algumas ruas.

Nesta quarta-feira 23, 6 municípios do Estado tiveram registros de alagamentos e a defesa civil teve que tirar várias famílias das áreas de riscos e levar para abrigos das respectivas prefeituras.

Em Brasiléia á cota de alerta é de 9m50cm e já ultrapassou os 11 metros. Ruas da área mais baixa da cidade foram inundadas pelas águas nesta manhã de quarta-feira.

Cruzeiro do Sul, Feijó, Tarauacá e Santa Rosa, também tiveram famílias afetadas pela cheia nesta quarta-feira. Cerca de mil pessoas já foram atingidas nessas cidades.

No município de Cruzeiro do Sul, o principal afluente que banha a cidade, registrou 13m39cm, lá já são mais 08 mil pessoas atingidas pela cheia.

A defesa civil da cidade de Tarauacá informou que o município já conta com 12 mil pessoas afetadas nos últimos dias. Nesta quarta o Rio, que tem o mesmo nome da cidade, atingiu a marca dos 10m85cm.

Em Sena Madureira o prefeito, Mazinho Serafim, decretou estado de situação de emergência. Nesta manhã o Rio Iaco amanheceu com 15m71 centímetros.

O corpo de bombeiros e defesa civil estão mobilizados em todo o estado prestando socorro às vítimas afetadas pela cheia deste ano de 2022. A corporação alerta as pessoas para que estejam atentas aos perigos como afogamentos e também curtos circuitos que podem ceifar vidas. Prefeituras e Estado estão a postos para atender toda a população atingida pela enchente que tem deixado várias vítimas no Acre.

Por Marcelo Gomes

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.265 outros assinantes

ÚLTIMAS