18 agosto 2022 12:46
18 agosto 2022 12:46

Justiça aceita denúncia contra acusado de matar gamer no Acre

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A Justiça do Acre recebeu a denúncia do Ministério Público e tornou réu Evan Cley Gomes da Rocha por homicídio duplamente qualificado contra o gamer Carlos Antônio Coutinho de Souza. A decisão foi da Juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Luana Campos.

Ao aceitar a denúncia, a magistrada disse em um dos trechos da decisão que “a materialidade está demonstrada no laudo de exame cadavérico e os indícios da autoria estão presentes nos depoimentos da mãe da vítima, de outras testemunhas e também no interrogatório do réu em sede policial”.

Nesse mesmo processo Richarlisson Lima dos Santos também passou ser a réu. Ele vai responder ação penal por favorecimento pessoal, ou seja, por ajudar o acusado a fugir do local do crime.


Carlos Antônio Coutinho de Souza

Carlos Antônio, de 20 anos, morreu no Pronto Socorro de Rio Branco depois de ser atingido com uma facada na região do pescoço. O crime aconteceu no dia 30 de novembro do ano passado na região do Vila Acre.

Consta na denúncia que a vítima retornava para casa de bicicleta quando foi atacada, sem ter qualquer chance de defesa. O gamer ainda correu por uma certa distância para pedir ajuda e foi socorrido por uma equipe do SAMU, mas não resistiu ao ferimento.

No dia oito de dezembro Evan Cley Gomes foi preso por investigadores da Delegacia de Homicídios e, durante o interrogatório, confessou a autoria do crime. A investigação apontou que o crime foi motivado por ciúmes, já que a vítima teria tido um caso com a ex-namorada de Evan Cley.

O próximo passo será a audiência de instrução e julgamento. A data ainda não foi definida.

Fonte: AcreNews

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS