3 julho 2022 10:43
3 julho 2022 10:43

Jenilson pede que governador resolva urgentemente reajuste de servidores e “não crie mais expectativas do que já foram criadas”

Deputado pediu ainda que os servidores aposentados também sejam contemplados com aumento

Por da Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O deputado estadual Jenilson Leite (PSB) usou sua fala na tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), para pedir que o Governo do Estado resolva o quanto antes a questão do reajuste dos servidores públicos estaduais.

O anuncio do reajuste foi feito ainda no ano passado, o que de acordo com Jenilson, gerou uma expectativa nestes servidores e agora, o anuncio oficial está sendo adiado sob justificativa de que um estudo de impacto econômico está sendo feito.

“O governador disse ainda ano passado, depois transferiu para este ano e este estudo de impacto econômico e responsabilidade fiscal tinha que ser feito antes do primeiro anuncio. É assim que um Governo faz, um governador que senta naquela cadeira no Palácio Rio Branco, tem que ter cuidado com o que faz e com o que diz, para depois não estar reformulando, e não é só isso, tem que ter cuidado para não estar comprometendo a vida do servidor”, asseverou.

O deputado pediu ainda que o reajuste e auxílio sejam pagos também aos aposentados: “Todos estão passando por muitas dificuldades e deixo aqui também o clamor pelos aposentados que já derramaram suor e fizeram sua parte na construção da história do acre e não encontraram espaço para diálogo e de perspectiva de melhorias na sua condição de sobrevivência”, pontuou.

Jenilson Leite lembrou que o pagamento do auxílio já havia sido conversado na Casa e que ele seria feito junto com o reajuste, e não da forma proposta agora pelo Governo, de um ou outro.

“Essa questão do auxílio é algo que já tínhamos tratado, inclusive para os servidores da saúde como maneira de fugir dos percentuais que não representam muito no sal[ario do servidor. Sentamos antes da aprovação do orçamento, junto com sindicatos da saúde, representantes do governo, que seria pago o auxílio alimentação, mais o reajuste que corrigia as percas inflacionárias e até agora nada. Além disso, pactuamos que em janeiro seria lançado o edital da saúde e não saiu”, relembrou.

O parlamentar voltou a pedir que o concurso da saúde seja lançado o quanto antes, como forma de beneficiar o servidor e garantir um atendimento de qualidade aos acreanos. “Precisamos do concurso da saúde para atender melhor os nosso paciente e também para não matarmos os servidores da saúde que estão cansados e sobrecarregados. Muitas vezes em um plantão não têm tempo nem de comer”.

Fonte: Assessoria 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.750 outros assinantes

ÚLTIMAS