5 julho 2022 2:57
5 julho 2022 2:57

Deputado suspeito de sequestro de jornalista é cassado

Sessão extraordinária da Assembleia Legislativa de Roraima, nesta segunda-feira (28), cassou mandato de Jalser Renier (Solidariedade)

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A Assembleia Legislativa de Roraima cassou o mandato do deputado Jalser Renier (Solidariedade) em sessão extraordinária nesta segunda-feira (28). O parlamentar é acusado de ser o mandante do sequestro do apresentador e jornalista Romano dos Anjos, da TV Imperial, afiliada da Record TV. Jalser Renier foi afastado da função por quebra de decoro.

Ao todo, 19 deputados estiveram presentes à sessão. Apenas um deles, Jânio Xingu (PSB), se absteve. Renier perdeu o posto de deputado na Assembleia Legislativa após quase três décadas ocupando a cadeira. Foram 27 anos de mandato.

A sessão da cassação foi marcada por protestos fora da casa e uma grande comemoração de opositores de Jalser. O resultado da votação foi comemorado dentro da assembleia. Os deputados votaram o Projeto de Resolução Legislativa nº 004/2022, que “declara a perda do mandato do deputado estadual Jalser Renier Padilha, por conduta incompatível com o decoro parlamentar”.

Jalser Renier chegou a ser preso de forma preventiva em outubro de 2021, na cidade de Boa Vista (RR). O caso pelo qual ele está sendo acusado é de outubro de 2020. Na ocasião, o jornalista Romano dos Anjos teve a casa invadida, foi feito refém ao lado da esposa e sequestrado.

No dia seguinte, ele foi encontrado em uma região rural de Boa Vista, com ferimentos no braço. O deputado suspeito do crime foi detido na Operação Pulitzer II, do Ministério Público de Roraima. O pedido de prisão preventiva havia sido decretado pela juíza Graciete Sotto Mayor Ribeiro. As investigações estão sob sigilo da Justiça.

Do R7

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.791 outros assinantes

ÚLTIMAS