2 julho 2022 6:37
2 julho 2022 6:37

Brasileiros são impedidos de entrar na Polônia após fugirem da guerra na Ucrânia

Jogador Guilherme Smith disse que ao chegar na fronteira, guardas poloneses os receberam com muita truculência

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Os jogadores Guilherme Smith, Cristian Fagundes e Juninho foram impedidos de atravessar a fronteira da Ucrânia com a Polônia para se protegerem dos ataques das tropas russa na Ucrânia. O grupo barrado ainda tem a mulher de Juninho, Vitória, e o filho do casal, Benjamin.

Na última sexta-feira (25), as famílias de brasileiros embarcaram em um trem em Zaporizhzhya, onde moravam, rumo a Lviv, maior município do oeste ucraniano. De lá, seguiram a pé por aproximadamente 60 quilômetros, mas foram barrados pela polícia a 4 quilômetros da fronteira. O grupo passou a noite na rua e precisou fazer uma fogueira para ficar aquecidos.

Os jogadores alegaram truculência e foram impedidos de passar. “Situação muito delicada agora que nós estamos vivendo. A gente tava muito perto da fronteira, 4 km, e, de repente, barram a gente. Tá uma multidão de pessoas aqui, muito cheio, e as pessoas do nada se revoltam umas com as outras e começam a brigar, coisa que não desejo pra ninguém”, relatou Guilherme.

Ao amanhecer, o grupo conseguiu pegar um ônibus e retornar para Lviv, onde foram instalados em um hotel com auxílio da Embaixada do Brasil na Ucrânia. Ainda não há informações sobre como eles vão conseguir deixar o país.

[videopress 8p8ZpdZs]

Por Portal Tucumã

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.747 outros assinantes

ÚLTIMAS