9 janeiro 2022 4:35 pm
29.3 C
Rio Branco
9 janeiro 2022 4:35 pm

Veja quem são as vítimas do acidente em Capitólio. Jornalista de BH está entre as vítimas

Portal Tucumã
-------- Continua depois da Publicidade--------

Dez mortos durante acidente no Lago de Furnas em Capitólio, Minas Gerais, já foram resgatados e destes, oito já estão identificados. Ainda há 3 desaparecidos. A tragédia ocorreu após uma rocha gigante se desprender do paredão de um cânion nesse sábado (8), atingindo quatro lanchas, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais.

Duas embarcações sofreram impacto direto da rocha. Os que estavam na embarcação chamada EDL foram resgatados com vida. As outras duas lanchas sofreram impacto indireto.

As vítimas fatais já identificadas, sendo três mulheres e quatro homens, estavam na mesma embarcação de nome ‘Jesus’, quase todos são membros da mesma família. Mais 23 pessoas, que estavam desaparecidas inicialmente, foram encontradas e encaminhadas para atendimento hospitalar.

Até o momento, 32 vítimas foram atendidas e encaminhadas para hospitais de Capitólio e municípios vizinhos. Dentre elas, quatro ainda permanecem internadas, duas delas estão em estado estável e outras duas com fraturas abertas. As demais receberam alta hospitalar.

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, Pedro Aihara, as buscas feitas por mergulhadores foram suspensas no período da noite devido às condições de visibilidade. Nesta manhã (9), as buscas foram reiniciadas.

Conheça as vítimas da tragédia em Capitólio:

O militar reformado da Polícia Militar de Minas Gerais, Sebastião Teixeira dos Santos, de 60 anos. Vivia na Serrania
Marlene Silva, de 58 anos, era esposa de Sebastião Teixeira
Filho de Sebastião e Marlene, Geovany Silva, conhecido como Lula, de 30 anos
O neto do militar Sebastião, Geovane Gabriel Silva, de 10 anos
Thiago Silva, de 30 anos, conhecido como água gelada, era sobrinho de Sebastião e vivia no município de São José da Barra
Conhecido como Julinho, Júlio do Cassemiro morava no munícipio de São José da Barra
Marinheiro no Lago de Furnas, Rodrigo Alves possuía embarcação em Capitólio. Ele vivia em São José da Barra

Ainda sem o nome revelado, a outra vítima pode ser uma mulher de 18 anos, natural de Paulínia (SP). E Julio Borges Antunes, de 68 anos, natural de Alpinópolis, no Sul de Minas. O corpo dele foi liberado para os parentes.

Resgate

Com o impacto da queda da rocha, várias pessoas foram arremessadas nas águas. Foram socorridas no total 18 tripulantes. Imagens gravadas mostram as embarcações fugindo do local após o desabamento. Nas filmagens, consegue-se ouvir gritos e o desespero das pessoas.

O socorro foi prestado por lanchas e barcos que estavam na região. As vítimas foram levadas aos hospitais por anônimos durante o passar das horas.

Confirmado por colegas de trabalho, o editor da TV Assembleia de Minas Gerais, Alexandre Campello, também se encontra entre as vítimas do acidente de Capitólio.

Segundo funcionários da TV, Alexandre estava em Capitólio com a mulher e os dois filhos. A família foi encaminhada à Santa Casa de Passos, a 74 km da cidade. Ele teve pernas e clavículas quebradas, além de escoriações. O jornalista e o filho já tiveram alta. Já a esposa de dele, Ana Martins, segue internada, com suspeita de punho e clavícula quebrados.

Uma das cunhadas passou por cirurgia na orelha e face e deve receber alta amanhã. As seis crianças que estavam no bote tiveram ferimento leves.

Campello já passou pela redação do Estado de Minas como repórter da editoria de Gerais. Ele também foi presidente do Sindicato dos Jornalistas de Minas Gerais.

Força-Tarefa

Também participam da força-tarefa membros da Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil e Marinha do Brasil.

Para identificação de vítimas, a Polícia Civil montou uma força-tarefa.

Como a tragédia aconteceu num momento de lazer, grande parte das pessoas estavam sem o documento de identidade. Será analisada a digital de cada uma delas.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS