26 janeiro 2022 12:44 am
23.3 C
Rio Branco
26 janeiro 2022 12:44 am

Regras de cancelamento e desistência de voo pré-pandemia voltam a valer

Lei que permite remarcação de passagem sem multas não foi prorrogada e voltam a valer as regras antigas

da Redação Ecos da Notícia
-------- Continua depois da Publicidade--------

Não foi prorrogada a lei criada para flexibilizar regras de cancelamento e desistência de voo na pandemia, que contemplava viagens realizadas até a última sexta-feira (31/12).

Agora, volta a valer a regra anterior à pandemia, deixando de ser obrigatória a oferta de crédito sem multa em caso de desistência do passageiro.

Ou seja, poderá haver multa mesmo se o consumidor optar por receber o valor da passagem em crédito.

Além disso, em caso de cancelamento de voo por parte da companhia aérea ou interrupção do serviço, não há mais prazo de até 1 ano para a empresa fazer o reembolso integral do valor pago. A empresa tem 7 dias para fazer o pagamento, contados a partir do pedido do passageiro. O prazo vale para o valor da passagem e das tarifas, sem correção monetária.

Os passageiros podem também optar pela reacomodação em outro voo ou execução por outras modalidades de transporte, o que deve ser providenciado de imediato.

Fonte: Correio Braziliense

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS