5 janeiro 2022 8:53 am
25.3 C
Rio Branco
5 janeiro 2022 8:53 am

Programa Radioativo promove a inclusão de jovens em situação de vulnerabilidade social

Da Redação Ecos da Notícia
-------- Continua depois da Publicidade--------

Atitudes podem gerar grandes transformações. Uma iniciativa que tem sido apresentada para instituições aposta nesta premissa e tem seguido uma caminhada que busca promover a inclusão de jovens em situação de vulnerabilidade social, principalmente os egressos do Sistema Socioeducativo.

Essa jornada iniciou em dezembro de 2018, partindo de uma articulação da desembargadora Regina Ferrari, coordenadora da Infância e Juventude (CIJ), junto a Federação das Indústrias (Fieac), Ministério Público do Estado do Acre (MPAC).

Assim nasceu o Radioativo – Programa de Desenvolvimento Profissional e Inclusão Social pelo Trabalho –  que atua na qualificação e geração de oportunidade de trabalho junto a diversos parceiros, entre eles, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC).

Em 2020, o Radioativo envolveu oito empresas e conseguiu alcançar 40 jovens, 27 deles pelo contrato Jovem Aprendiz, 13 com bolsa de estudo no Senai. Já em 2021, foram sete empresas engajadas, alcançando 34 participantes, sendo 24 pelo contrato Jovem Aprendiz e 10 com bolsa de estudo pelo Senai.

“Estamos realizando um trabalho intenso de apresentar o Programa Radioativo para o maior número de instituições e empresas, para que também se engajem nessa proposta. Acreditamos que junto a mais parceiros possamos contribuir para a transformação de muitos jovens que não tiveram as mesmas oportunidades que outros em situação privilegiada. Acreditamos na força da educação e na importância de oportunizar novas perspectivas profissionais a essas pessoas”, ressalta a desembargadora Regina Ferrari.

Resultados

Em 2021, foram sete empresas parceiras, beneficiando 34 jovens de Rio Branco, 24 deles pelo contrato de jovem aprendiz e 10 com bolsa de estudo. Mas a proposta é ir além e atender um número maior de jovens, inclusive de outros municípios.

Envolver mais instituições e empresas tem sido a prioridade dos coordenadores do programa para que ele possa ser ampliado e alcance mais jovens em 2022. Somente na proposta apresentada para os deputados Estaduais, é que mais 120 jovens sejam alcançados a partir da parceria proposta.

“Queremos promover não só a qualificação, que é fundamental, mas a oportunidade de emprego para que esses jovens tenham novas perspectivas”, frisa o presidente da Fieac, José Adriano.

Novos rumos

Reforçando esse pensamento, o promotor de Justiça, Maia Guedes, reconhece que o programa é uma das ferramentas necessárias para ser ampliada e usada no combate a falta de perspectivas que vários jovens de bairros periféricos enfrentam.

“Esses jovens estão sujeitos a vários fatores que muitas vezes dão origem a trajetória transgressiva, e uma delas é o nosso foco, que é a exclusão socioprofissional. Queremos essa sensibilidade de todos os parlamentares para gerar um cenário de perspectiva aos jovens do Acre”, frisa o promotor.

Entre outras articulações, a coordenação do programa também tem dialogado com a  Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) para que abrace a proposta e possa contribuir para a ampliação de vagas de mais jovens. O órgão do Executivo sinalizou a adesão ao programa.

O diretor-regional do Senai, Cesar Dotto, fala da importância da articulação para que realmente o projeto alcance mais pessoas, e comenta que essa iniciativa é um exemplo para o Brasil. “Queremos mais parceiros para ampliar e alcançar mais pessoas, contribuindo, de fato, com uma mudança significativa na realidade do Acre”.

Acreditando na união, o Programa Radioativo segue em articulações e trabalho para ampliar suas atividades e abraçar mais jovens com qualificação e oportunidade, tão decisivas para uma nova perspectiva de vida.

Fonte: TJAC

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS