16 maio 2022 10:37
16 maio 2022 10:37

Policial penal que ameaçou colega de trabalho ganha a liberdade após ficar oito dias preso

Por Acrenews

A decisão é da juíza da Vara de Proteção à Mulher Shirlei Hage, ao deferir o pedido da defesa do réu.
O ex-coordenador de segurança do IAPEN Raimundo Diones Cunha Vieira, o Raimundão, teve a prisão preventiva revogada, mas está sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.
O policial penal foi preso no último dia 10, por descumprir medidas cautelares estabelecidas pela justiça. Consta no inquérito instaurado na Delegacia da Mulher que no último dia seis deste mês, Raimundão tentou se aproximar da vítima S.M.F.S, com quem mantinha um caso extraconjugal. O fato ocorreu na pista de caminhada do Ipê, em Rio Branco.
A vítima que também é policial penal denunciou o caso e o ex-coordenador de segurança foi preso, após um pedido da delegada plantonista, mas no último dia 18, ao analisar o recurso da defesa do acusado, a Juíza Shirlei Hage concedeu a liberdade, mas impôs medidas cautelares.
Na decisão a magistrada levou em conta o fato do acusado ser réu primaria, além de ser a primeira notícia de descumprimento de medida.
Fora da cadeia Raimundo passou a ser monitorado por tornozeleira eletrônica e terá que cumprir uma série de medidas, entre elas, comparecer ao programa de recuperação e reeducação, além de receber acompanhamento psicossocial.
O policial penal terá ainda que cumprir outras determinações judiciais, entre elas, a proibição de aproxima-se da vítima, de seus familiares e testemunhas por uma distância de 200 metros, manter qualquer contato com a vítima, inclusive por meio eletrônicos e comparecer quinzenalmente a Central Integrada de Alternativas Penais pelo prazo de 60 dias.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.190 outros assinantes

ÚLTIMAS