13 janeiro 2022 1:24 pm
24.3 C
Rio Branco
13 janeiro 2022 1:24 pm

OAB/AC suspende atividades presenciais por causa da covid-19

A Gazeta
-------- Continua depois da Publicidade--------

Resolução conjunta com a Caixa de Assistência dos Advogados foi publicada nesta quarta-feira.

Com o aumento dos novos casos de covid-19 e epidemia de síndrome gripal nas últimas semanas, a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC) e a Caixa de Assistência dos Advogados do Acre (CAAAC) estabeleceram maior rigor nos protocolos sanitários das instituições como a suspensão de atividades presenciais, redução do atendimento ao público e outros. Em resolução conjunta publicada nesta quarta-feira (12), uma série de medidas foram implementadas pelos gestores.

Todas as recomendações contidas no documento assinado pelos presidentes da OAB/AC, Rodrigo Aiache, e da CAAAC, Laura Sousa, serão seguidas na sede das entidades, no Clube da Advocacia em Rio Branco, na Subseção do Vale do Juruá em Cruzeiro do Sul, nas delegacias no interior do estado e demais dependências. Os atendimentos presenciais ao público serão reduzidos em 50% com o limite de duas pessoas por vez nos ambientes. Máscara, álcool gel e checagem de temperatura seguem obrigatórios.

Adoção de protocolos sanitários mais rigorosos no Escritório Compartilhado; suspensão de reuniões das comissões, Escola Superior de Advocacia (ESA/AC), Tribunal de Ética e Disciplina (TED) e Conselho Seccional, que serão feitas por meios virtuais disponíveis; além da ampliação da segurança para os praticantes dos programas de esportes desenvolvidos pela Caixa, são outras iniciativas da resolução. Segundo Rodrigo Aiache, a intenção é colaborar para que não haja um novo colapso na saúde pública.

“O aumento dos casos de covid e de gripe mostra-se preocupantes, por isso precisamos dar o exemplo na nossa casa, cumprindo todas as normas sanitárias”, disse o presidente da OAB/AC. Ele reitera que as instituições estão em sintonia e acompanham atentamente o cenário para adotar novas ações que resguardem a advocacia acreana. A cada sete dias, a resolução será revisada e novos protocolos de saúde deverão ser adotados caso haja alteração no nível de alerta estabelecido pelo Governo do Acre.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS