23 janeiro 2022 11:04 pm
24.3 C
Rio Branco
23 janeiro 2022 11:04 pm

Morador relata tensão durante incêndio em casarão:’só deu tempo de pegar minha vó e descer’

Da Redação Ecos da Notícia
-------- Continua depois da Publicidade--------

Moradores vizinhos do casarão que pegou fogo na noite de terça-feira (11), no bairro de Nazaré, em Salvador, relataram momentos de tensão durante o incêndio. O jornalista Pietro Baddini, que mora em um prédio que fica ao lado do casarão, contou que percebeu a situação durante a madrugada após notar um clarão na área.

“Olhei pela janela e as pessoas gritaram para descer. Quando olhei, estava uma boa de fogo saindo do casarão. A parede do meu quarto começou a esquentar. Só deu tempo de pegar minha vó e descer para se salvar. Largamos roupa, celular, tudo. Ela estava bem abalada, com respiração ofegante, e chateada com tudo que aconteceu. Mas, graças a Deus, estamos bem”, disse.

Pietro disse que por conta do incêndio, muita fumaça invadiu o seu apartamento. “A gente não dormiu em casa por causa do cheiro forte da fumaça tóxica”, disse.

O imóvel que pegou fogo é um casarão antigo. Não há registro de pessoas feridas e agentes da Defesa Civil de Salvador (Codesal) avaliam o imóvel na manhã desta quarta-feira (12).

A situação foi registrada por moradores e pôde ser vista de outros bairros, como o Garcia, por exemplo. O incêndio atraiu curiosos que observaram as chamas que atingiam o imóvel.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e utilizou nove caminhões para o combate às chamas. Um carro-pipa da prefeitura de Salvador também prestou apoio à operação, que controlou o fogo durante a madrugada. Uma perícia será realizada no imóvel e os detalhes do que provocou o incêndio ainda serão apurados.

Equipes da Defesa Civil de Salvador(Codesal) estiveram no local durante a madrugada e, a princípio, avaliaram que não há risco de desabamento. Os técnicos farão uma vistoria mais completa nesta quarta-feira e aguardam o resfriamento total das estruturas para análise.

Após as primeiras avaliações, os profissionais da Defesa Civil decidiram fazer um escoramento do imóvel. Durante a manhã foi possível ouvir estalos na parte interna do imóvel e a área em frente ao prédio foi isolada para evitar a passagem de pessoas a pé.

A Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba) também foi acionada e interrompeu o fornecimento de energia na região durante a madrugada, por questões de segurança.

Após as chamas serem controladas pelos bombeiros, a empresa normalizou o serviço e, nas primeiras horas da manhã desta quarta, cerca de 67% dos imóveis estavam com o fornecimento regularizado. A empresa disse que aguarda confirmação do Corpo de Bombeiros, de que não há mais riscos, para retomar o fornecimento total de energia na região.

De acordo com moradores, os bombeiros precisaram acessar a garagem de um prédio vizinho para alcançarem o local do incêndio.

O casarão era residência do historiador baiano Braz do Amaral, falecido em 1949, e atualmente pertence à família dele, que mora em Cachoeira, no recôncavo baiano. O imóvel iria abrigar um acervo gerido pelo Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, mas o projeto não foi adiante.

Imóvel pegou fogo na Avenida Joana Angélica, em Salvador — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Imóvel pegou fogo na Avenida Joana Angélica, em Salvador — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Chamas se espalharam por casarão em Salvador na noite de terça (11) — Foto: Redes Sociais

Chamas se espalharam por casarão em Salvador na noite de terça (11) — Foto: Redes Sociais

Fonte: G1 BA

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS