1 dezembro 2022 7:51
1 dezembro 2022 7:51

Governo discute estratégias para ampliação dos atendimentos em saúde

Por Agência do Acre

- Publicidade -

A fim de diminuir os efeitos causados pela demanda de casos advindos do período sazonal de síndromes gripais, dengue, e ainda mediante a pandemia da Covid-19, o governo do Estado segue buscando estratégias para a ampliação dos serviços de atendimentos em saúde, minimizando o tempo de espera causado pelas lotações em unidades hospitalares.

Governador Gladson Cameli participou de reunião de alinhamento com a equipe de Gestão da Sesacre, na noite desta quinta-feira, 6. Foto: Diego Gurgel/Secom
Uma reunião de alinhamento com a equipe de gestão da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) aconteceu na noite desta quinta-feira, 6, na sala de reuniões da Fundação Hospitalar (Fundacre), e contou com a participação do governador Gladson Cameli.
Além das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), a Sesacre segue disponibilizando o Instituto de Traumatologia do Acre (Into/AC), para atendimentos de pessoas com sintomas da covid-19 e também com suspeita de outras síndromes gripais. Além disso, segue com mutirões para testagem e vacinação da população contra a covid-19.

A secretária de Estado de Saúde, Paula Mariano, considerou a reunião produtiva. Objetivo é diminuir os efeitos causados pela demanda de casos relacionados a síndromes gripais, covid e dengue. Foto: Diego Gurgel/Secom
“Foi uma reunião produtiva, onde expomos ao governador todos os esforços destinados a passar por mais esse período em que vive a nossa população acreana. Discutimos sobre a vacinação das crianças, mutirões de cirurgias, entre outros assuntos que garantem os atendimentos em saúde durante todo o ano. O objetivo é melhorar e ampliar a prestação dos serviços, de modo a alcançar todo aquele que necessitar de atendimento público”, explicou a secretária de Saúde, Paula Mariano.
A reunião foi solicitada pelo próprio governador Gladson Cameli, que se mostrou preocupado em saber como anda situação do sistema de saúde, mediante o aumento de casos de pessoas doentes. “Temos que estar atentos e nos prevenir, para garantia do suporte à população, com o funcionamento dos setores de saúde e um serviço de qualidade. É importante destacar que a sociedade também tem sua parcela de contribuição e pode nos ajudar, evitando aglomerações, usando máscaras e seguindo os protocolos de higiene”, finalizou o governador.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS