29 novembro 2022 8:41
29 novembro 2022 8:41

Especialistas indicam a melhor maneira de começar uma nova dieta

Por Da Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Começar uma dieta é o primeiro passo para garantir uma vida mais saudável e uma rotina equilibrada. Além disso, é um dos objetivos mais comum das listas de Ano-Novo.
A nutricionista Laura de Souza Silva comenta que, se este desejo está entre as suas prioridades, o melhor é tentar colocá-lo em prática o quanto antes. “O início do ano serve como uma motivação a mais, as pessoas ficam mais determinadas a tirar os planos do papel e efetivá-los”, comenta a especialista.
Segundo a nutricionista, as principais recomendações para quem deseja começar uma dieta são ter paciência e consistência. Principalmente, se o objetivo for emagrecer, porque será necessário entender que o peso não foi acumulado em dias ou semanas e, portanto, não será perdido tão rápido assim. “Para conseguir emagrecer, é necessário estabelecer uma rotina saudável e também prazerosa, que possa ser mantida por um longo período”, afirma Silva.

Objetivos e metas

O primeiro passo para quem pretende mudar hábitos alimentares é procurar a ajuda de um nutricionista. O profissional vai traçar um objetivo realista junto com o paciente, entendendo os tipos de prescrições nutricionais que se encaixarão melhor nas preferências dele, em sua rotina de vida e em seu estado de saúde.

As metas estabelecidas dependem do quadro nutricional de cada um. Isabela Zago, nutricionista esportiva da clínica GoNutri, comenta que para alcançar o objetivo final é necessário percorrer um caminho de várias etapas. Assim, é possível evitar o efeito sanfona, onde os resultados são inconsistentes.

Organização

A organização é um dos pontos principais para dar consistência a uma nova dieta. Segundo Isabela, não é necessário abrir mão de tudo, mas é importante ter acesso a alimentos saudáveis na maior parte do tempo. Atividades físicas e sono regular também são fundamentais para colher os resultados da dieta e se manter motivado.

Atividade física e sono

Quando falamos em gasto energético, falamos diretamente na prática de atividades físicas. De acordo com a profissional, os exercícios são fundamentais porque não podemos ficar a vida inteira só reduzindo calorias. “A gente precisa gastar caloria para conseguir acertar o funcionamento do metabolismo”, diz Isabela.
Já o sono trabalha no funcionamento de várias reações metabólicas e hormonais, favorecendo o emagrecimento, o controle do apetite, a disposição e a qualidade de vida.
A nutricionista explica: “Durante o sono, a gente tem maior produção de hormônios tireoidianos, como a melatonina e testosterona. É a hora que a gente tem uma menor produção de insulina, o que ajuda na metabolização de gordura”.
Fonte:Metrópoles

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS