13 janeiro 2022 8:52 am
24.3 C
Rio Branco
13 janeiro 2022 8:52 am

Auxílio Emergencial: pais solteiros poderão receber ‘bônus’ de R$ 3 mil

Da Redação Ecos da Notícia
-------- Continua depois da Publicidade--------

Pais solteiros ou chefes de família que criam os filhos sozinhos, sem cônjuge, companheira ou companheiro, poderão receber uma cota complementar do Auxílio Emergencial que pode chegar a até R$ 3 mil.

De acordo com o Ministério da Cidadania, serão cinco parcelas de até R$ 600, mesmo valor pago entre abril e agosto de 2020. A pasta ainda não informou em quais meses o pagamento irá ocorrer, mas o calendário deve ser divulgado em breve.

O complemento será de R$ 600, referente às parcelas do Auxílio Emergencial pagas entre abril e agosto de 2020. Se o beneficiário recebeu as cinco parcelas, por exemplo, terá direito a receber R$ 3 mil.

O objetivo da complementação é equiparar o valor ao recebido pelas mães monoparentais no período, que foi de R$ 1.200, totalizando R$ 6 mil com as cinco parcelas.

A regulamentação do pagamento considera família monoparental com homem provedor o grupo familiar chefiado por homem, sem cônjuge ou companheira(o), composto por pelo menos uma pessoa menor de 18 anos.

O pagamento vale para quem se cadastrou pelo aplicativo ou site do Auxílio Emergencial e também para quem recebeu o benefício por fazer parte do antigo Bolsa Família ou ser inscrito no Cadastro Único.

O valor extra do Auxílio Emergencial não será pago o complemento caso haja na família mulher que teve direito à cota dupla (R$ 1.200) do Auxílio Emergencial em 2020.

O pagamento também não será realizado ainda caso o beneficiário tenha indicativo de óbito registrado no Sistema Nacional de Informações de Registro Civil (SIRC) ou no Sistema de Controle de Óbitos (Sisobi) ou tenha o CPF vinculado à concessão de pensão por morte.

Fonte: Catraca Livre

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS