10 janeiro 2022 9:57 am
24.3 C
Rio Branco
10 janeiro 2022 9:57 am

Apesar de estiagem nos primeiros dia do ano, Defesa Civil alerta para os meses críticos de transbordamento

Meses mais críticos para transbordamento do Rio são fevereiro e março

Dry Alves, da Redação Ecos da Notícia
-------- Continua depois da Publicidade--------

A primeira semana de janeiro foi de estiagem, o que, de acordo com o coordenador da Defesa Civil Municipal de Rio Branco, o tenente-coronel Cláudio Falcão, não é natural.

Falcão explica que “o resfriamento das águas do pacífico  pegando a umidade toda a Amazônia e canalizando para o centro do país. Isso influencia na ausência de chuvas no início de janeiro, que é um mês chuvoso, porém ele não é decisivo para transportamento. Como dezembro se comportou muito chuvoso e os dois componentes que nós precisamos para inundar Rio Branco  são a quantidade de chuva e a saturação de umidade do solo, nós tivemos muita umidade, mas faltou a chuva, e como não teve os dois fatores combinados nós tivemos um decréscimo no nível do rio”.

Apesar da estiagem nos primeiros dias do ano, a previsão, segundo o tenente-coronel, é que a partir dos próximos dias as chuvas se intensifiquem, contudo não teremos um transbordamento neste primeiro mês, o que haverá são condições para um possível transbordamento no início do mês de fevereiro.

Fonte: Ecos da Notícia

“As chuvas devem retornar a partir desta segunda-feira, 10, e isso vai fazer com que o solo fique bastante encharcado e úmido. E com as chuvas, que estão previstas para acontecer ainda no mês de janeiro e, também, em fevereiro, mês muito crítico, trabalhamos essa possibilidade real de ter um transbordamento e por isso nós em alerta”, salienta o coordenador.

Com as previsões apontando atenção máxima, Falcão informa que esta semana estrão realizando um plano de ação, junto ao Corpo de Bombeiros, para poder dar todo suporte necessário assim que tiver necessidade.

Foto: Dry Alves

“Não é típico, mas no início de janeiro temos um acumulado muito pequeno, na semana toda, que foi de 2,6mm apenas. Só que agora, da segunda semana para frente, podemos ter de 30 a 38 MM acumulado, estamos falando da bacia. E isso vai se intensificar, pois os meses mais críticos do ano todo são fevereiro e março”, finaliza”.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS