16 maio 2022 10:27
16 maio 2022 10:27

Advogado que atropelou três motociclistas na Avenida Getúlio Vargas tem pedido de liberdade negado

Por Acrenews

No recurso a defesa alega que os requisitos da prisão preventiva estão ausentes e que o advogado Antônio Djan Damasceno Melo, preso por atropelar três motociclistas, tem condições pessoais favoráveis, como residência fixa.
Ainda no pedido de liberdade provisória foi requerido a adoção de medidas cautelares diversas da prisão, como o uso da monitoração eletrônica ou ainda que seja mantido em prisão domiciliar.
Ao analisar o recurso o juiz da 1ª Vara Criminal, Daniel Bonfim, disse em um dos trechos da decisão que “apesar das alegações trazidas pela defesa, não houve modificação no processo capaz de revisar a prisão”. Na sequência o magistrado negou o pedido de liberdade provisória do advogado.
Antônio Djan foi preso no dia 8 deste mês após atropelar três motociclistas. O acidente aconteceu na Avenida Getúlio Vargas após o advogado invadir a contramão. O carro só parou após bater em uma estrutura de ferro. As vítimas foram socorridas pelo Samu e levadas ao Pronto Socorro.
Na audiência de custódia o flagrante foi convertido em prisão preventiva. Na decisão foi levado em conta o fato do advogado ser reincidente e que já possui sentenças condenatórias decorrentes de crime de trânsito sob influência de bebidas alcoólicas.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.190 outros assinantes

ÚLTIMAS