22 maio 2022 2:28
22 maio 2022 2:28

Advogado preso com droga no parlatório do presidio tem habeas corpus negado

Por Acrenews

Em sessão realizada na manhã de quinta-feira, 20, por meio de vídeo conferencia, os desembargadores que compõem a Câmara Criminal do TJ negaram o mérito de um habeas corpus em favor do advogado João Figueiredo Guimarães.
No recurso a defesa alega que a abordagem ao advogado foi ilegítima, já que não restou esclarecido de onde veio a informação que João Figueiredo estaria portando entorpecentes.
Foi pedido a revogação da prisão preventiva ou a aplicação de medidas cautelares, mas o habeas corpus foi negado por unanimidade pelos três magistrados.
Alvo de uma investigação da Polícia Federal o advogado João Figueiredo Guimarães de 74 anos, foi preso no dia 1ª de outubro do ano passado. O idoso foi flagrado no parlatório do presidio com quase meio quilo de substância entorpecente.
A droga estava nos bolsos do blazer e da calça. De acordo com a investigação da Polícia Federal o entorpecente seria destinado a membros de uma facção no interior do presidio.
No dia 10 de dezembro passado, a desembargadora Denise Castelo Bonfim, tinha negado a liminar do HC.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.233 outros assinantes

ÚLTIMAS