17 janeiro 2022 5:07 am
23.3 C
Rio Branco
17 janeiro 2022 5:07 am

Polícia Civil realiza mutirão de conciliação em Porto Acre

Ascom/Polícia Civil do Acre
-------- Continua depois da Publicidade--------

A Polícia Civil do Estado do Acre realizou durante toda esta quarta-feira, 8, na Delegacia Geral de Porto Acre, mutirão de conciliação por meio do Núcleo de Segurança Comunitária e Pacificação Social da Polícia Civil – Pacificar.

A equipe do Pacificar, coordenada pela Delegada Lucia Jacoud, realizou 30 acordos que deixaram de gerar demanda ao poder judiciário.

Os acordos são realizados por meio de conciliação onde um mediador dialoga com as partes envolvidas que chegam a um denominador comum encontrando solução que contemple ambas as partes, o que deixa de gerar confecção de inquérito que seria encaminhado ao poder judiciário.

O Pacificar está em plena expansão e com núcleos instalados nos municípios de Porto Acre, Senador Guiomard e Plácido de Castro, além da implantação para janeiro de 2022 município de Feijó.


De acordo com o delegado Marcos Sobral, o mutirão chega como forma de aproximar ainda mais a Polícia Civil da comunidade. “Está ação é de extrema importância para casos de menor potencial sejam solucionados sem que seja necessário o encaminhamento ao poder judiciário”, destacou Marcos Sobral.

A expansão é uma demostração clara de que a gestão atual está comprometida com as novas estratégias de segurança e com os desafios éticos de bem proteger a sociedade.

Diante dos resultados alcançados desde a sua institucionalização em agosto de 2015, conforme já insofismávelmente comprovado, conclui- se que o Pacificar representa, além de um marco evolutivo na história da Polícia Civil do Estado do Acre, uma nova concepção de Segurança Pública, aquela que tomou consciência de que o seu papel é de prestar a serviço da sociedade, com maior integração com as comunidades tornando a Segurança Pública, efetivamente, direito e responsabilidade de todos, conforme preceituado no artigo 144, caput, da Constituição Federal do Brasil.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS