29 dezembro 2021 6:28 pm
25.3 C
Rio Branco
29 dezembro 2021 6:28 pm

Onda de gripe leva 14 escolas estaduais a suspenderem aulas presenciais em Cruzeiro do Sul

Juruá online
-------- Continua depois da Publicidade--------

Das 70 escolas estaduais em Cruzeiro do Sul, 14 delas estão com as atividades presenciais suspensas, em decorrência do surto de gripe que acometeu servidores e alunos, obrigando as aulas à voltarem a ser no sistema remoto, para não prejudicar o ano letivo que já está comprometido em decorrência da pandemia da Covid-19.

A escola São José suspendeu o ensino presencial na tarde da última terça-feira, 29, como explica a diretora Rosa Mônica. “Durante todo o mês de dezembro eu fiz um mapeamento dos nossos alunos gripados por conta da Covid-19. Ontem recebemos um número excessivo de alunos que estavam gripados que não viriam para escola ou que estavam na escola. Na segunda-feira, o São José só de notificação de alunos que estavam gripados foram 63 e professores e demais servidores foram 14 pessoas. Nós tentamos mas com esse número não teve mais como segurar e as aulas voltam ao sistema remoto”.


A escola Presbiteriana teve a aula suspensa ainda na terça-feira,29, assim como a escola cívico militar Madre Aldegundes Becker. “Na segunda-feira, dia 27 tivemos que suspender as aulas presenciais na nossa escola, devido ao grande número de alunos, professores e demais servidores gripados. Mais de 45% dos nossos alunos estavam ficando em casa por conta da gripe e 13 professores apresentavam sintomas fortes sem ter condição de vir pra escola. Com isso as aulas estão de maneira remota, sendo que os professores não pararam de mandar atividades”, relatou a diretora Rosa.

Segundo o coordenador administrativo do Núcleo Estadual de Educação, as 14 escolas que tiveram as aulas presenciais suspensas voltarão no dia 03 de janeiro, data que pode ser adiada caso o numero de servidores e alunos com sintomas gripais não apresente uma redução. “Por enquanto temos uma noção de que dia 03 as aulas retornem, com esse feriados os professores e alunos terão tempo para se recuperar”.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS