17 maio 2022 2:08
17 maio 2022 2:08

Mãe de paciente grávida denuncia que hospital de Sena Madureira não dispõe de agulha Raquidiana para realizar cesariana

Por Ricardo Amaral, da Redação Ecos da Notícia

A senhora Tamires Silva de Souza entrou em contato com a nossa equipe de reportagem para denunciar o descaso do Governo do estado com a saúde dos moradores de Sena Madureira.
De acordo com ela, há três dias sua filha Jociane de Souza Custódio necessita realizar uma cesariana no Hospital João Câncio Fernandes (único do município) e não é atendida pela falta de agulhas Raquidianas para aplicar a anestesia, enquanto isso, tanto a mãe como a bebê correm risco de vida.
Angustiada, a moradora disse temer pela vida de sua filha e do bebê que ela espera. “Minha filha precisa fazer esse parto cesário urgentemente, já levei ela por três dias seguidos no hospital e a única coisa que eles fazem é examinar ela e pede pra gente voltar pra casa, porque tem apenas duas agulhas no local, impossibilitando a realização da cesariana. Algo precisa ser feito antes que aconteça o pior”, disse a moradora.
Tamires declarou ainda que inclusive neste sábado (04) foi a unidade de saúde mais uma vez com sua filha em busca de atendimento, e após aguardar das 08 da manhã ao Meio Dia, foi orientada à voltar para sua residência sem uma perspectiva de quando a cesariana poderá ser realizada.
O QUE DIZ O OUTRO LADO
Nossa equipe de reportagem entrou em contato com a diretora do referido Hospital, Edigardina Matos, a mesma encontra-se de férias, mas através da farmacêutica Thais Areal, emitiu a seguinte nota confirmando a falta de agulhas na unidade.
“Informo a todos que estamos passando por um momento de desabastecimento a nível de estado de agulha raqui, fazendo com que comprometa a realização de cirurgias no Hospital João Câncio Fernandes, e devido à falta, as pacientes que depois de avaliadas pela equipe e precisarem de cesariana deverão ser reguladas para a Maternidade em Rio Branco”. A direção se comprometeu ainda em entrar em contato com a moradora para que o problema seja solucionado, com o objetivo de resguardar a vida da paciente e do bebê.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.197 outros assinantes

ÚLTIMAS