16 maio 2022 11:05
16 maio 2022 11:05

Fogo no parquinho: Hildegard Pascoal ameaça pedir investigação do TSE sobre utilização de verbas do Fundo Partidário pelo PSL do Acre o Fundo Partidário pelo PSL do Acre

Por da Redação Ecos da Notícia

O vereador Hildegard Pascoal (PSL), emitiu uma nota de repúdio ao vice-presidente estadual do partido, Pedro Valério, por ter reunido em uma comemoração apenas os apoiadores da pré-candidatura dele (Valério). De acordo com Hidelgard que promete uma ação pedindo a apuração de possível propaganda antecipada, Pedro Valério vem proferindo ataques  gratuitos e infundados a ele e a outros membros do PSL do Acre.
Hildegard Pascoal, pré-candidato a deputado estadual acusa Pedro Valério de ser o único responsável pelo pífio desempenho do partido nas eleições de 2018, quando conseguiram eleger apenas um vereador em todo o interior do estado.
“É notório que sua permanência na direção do partido trouxe inúmeros prejuízos políticos”, diz o vereador de Rio Branco, via nota.
Dentre as acusações contra o ex-presidente estadual do PSL e vice-presidente desde que o senador MárcioBittar assumiu o partido, está a suspeita de mau uso da verba partidária, envolvendo familiares de Pedro em contratos de locação de veículos.
A nota é uma resposta ao evento realizado pelo vice-presidente no dia de Natal intitulado “Confraternização dos deputados estaduais que apoiam  Pedro Valério para deputado federal”. Os referidos como “candidatos”, seriam na verdade os pré-candidatos a deputado estadual em 2022, uma vez que o PSL não tem deputado estadual nem federal pelo Acre.
“O papel de um vereador não condiz com o apadrinhamento de familiares de dirigentes do partido, pessoas que sejam por ele indicadas ou mesmo que necessitem de sua aprovação”, conclui o vereador, mostrando assim que as divergências se arrastam há meses.
O vereador esclarece ainda que não resta alternativa senão o encaminhamento de requerimentos aos Ministérios Públicos Estadual e Federal, ao TRE e TSE para que investiguem a destinação e utilização das verbas do Fundo Partidário nos contratos que forem e /ou são de responsabilidade de Pedro Valério.
“Não vou me calar diante de ameaças de expulsão”, finaliza Hildegard Pascoal.

nota
Foto-Notícias da Hora

Fonte: AcreInFoco

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 146.190 outros assinantes

ÚLTIMAS