28 dezembro 2021 8:57 pm
25.3 C
Rio Branco
28 dezembro 2021 8:57 pm

Com sintomas de gripe há uma semana, Bombeira Civil morre em Vilhena

Jornal folha do Sul online
-------- Continua depois da Publicidade--------

hospital que atendeu o caso nega que H3N2 seja a causa.

Socorrista tinha 36 anos e sofreu parada cardiorrespiratória.

Faleceu no início da tarde desta terça-feira, 28, no Hospital Regional de Vilhena, onde havia dado entrada durante a madrugada, a Bombeiro Civil Janice Camargo. Ela tinha 36 anos e enfrentava uma forte gripe desde antes do natal.

Segundo uma familiar, em virtude dos sintomas gripais, Janice buscou atendimento na UPA, de onde foi encaminhada para HR. Ali, após ser medicada, voltou para casa. Pouco depois, ela começou a sentir falta de ar e retornou ao hospital, onde ficou internada na ala normal (não-Covid) da unidade.

Hoje à tarde, Janice, que também trabalhava na faculdade Unesc, sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. No Atestado de Óbito dela também consta como causa da morte uma embolia pulmonar.

Moradora do bairro Assossete, três filhos, todos menores de idade, Janice chegou a ser considerada como possível vítima da gripe H3N2, que tem lotado as redes pública e privada de Vilhena, conforme o site havia mostrado.

Porém, somente exames posteriores poderão confirmar ou descartar a suspeita da família, de que a gripe teria potencializado os problemas de saúde de Janice e provocado sua morte. Ela será sepultada amanhã.

O QUE DIZ O HOSPITAL

A direção do Hospital onde aconteceu o óbito e que tratou os sintomas gripais da paciente explicou ao FOLHA DO SUL ON LINE que a causa da morte teria sido mesmo um “edema agudo de pulmão”. Um problema renal de Janice teria complicado o quadro dela. A unidade de saúde descarta a ação da H3N2 como causadora do óbito.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS