31 dezembro 2021 10:58 am
29.3 C
Rio Branco
31 dezembro 2021 10:58 am

Chuvas deixam prejuízos em todas as zonas de Manaus na última semana do ano

Portald24am
-------- Continua depois da Publicidade--------

Manaus – A última semana do ano de 2021, em Manaus, foi marcada por temporais e ventos de até 80km/h. Segundo dados, 185 ocorrências foram registradas pela Defesa Civil até essa quinta-feira (30). O temporal causou estragos em todas as zonas da capital, como alagamentos, deslizamento de terra e muros, tombamento de árvores, além da falta de energia, que durou mais de 24 horas em alguns bairros da capital.

Na última segunda-feira, 27, segundo os dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as rajadas de vento que atingiram a capital ficaram em torno de 50km/h, chegando ao pico de 80km/h.

A ventania derrubou árvores, destelhou casas e causou danos a decoração de fim de ano do Complexo Turístico da Ponta Negra, na zona oeste da cidade.

No bairro Educandos, zona sul, uma tromba d’água causou o destelhamento de uma casa. “Quando a gente viu já foi entrando água por aqui (telhado), já fomos logo afastando, meus freezers ficaram todos molhados. A gente não perdeu muita coisa, mas pra onde vamos?”, questionou a proprietária da casa, Maria Cristina.

Em portos da cidade, dois barcos afundaram durante o temporal. Além do naufrágio, containers também caíram com o forte vento, em porto privado, na zona leste da cidade, no bairro Colônia Oliveira Machado, zona sul. O temporal não atingiu apenas a capital, segundo a Defesa Civil do Estado do Amazonas (Subcomadec), 13 municípios sofreram com a intensa chuva.

Energia

O temporal também causou a interrupção dos serviços de energia elétrica e água. Cerca de 380 mil pessoas ficaram sem energia na capital, o que representou 30% dos clientes da Concessionária Amazonas Energia.

Depois de 24h do início da chuva, na terça-feira (28), a Amazonas Energia informou que cerca de 12 mil clientes ainda estavam sem energia. Um comerciante, revoltado, chegou a jogar comida que havia estragado, na frente do prédio da Amazonas Energia, na Torquato Tapajós, zona norte. A falta de energia também causou transtornos nas unidades de distribuição de água tratada. Segundo a Águas de Manaus, as zonas norte, leste, oeste, centro-oeste e centro-sul apresentaram oscilações no abastecimento.

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS