29 dezembro 2021 4:58 pm
25.3 C
Rio Branco
29 dezembro 2021 4:58 pm

Artista acreano, Écio Rogério da Cunha lança EP de estreia com composições autorais

Assessoria
-------- Continua depois da Publicidade--------

Composições musicais do artista acreano Écio Rogério da Cunha inspiradas em causos e memórias pessoais que estavam guardadas há anos foram gravadas pela primeira vez em 2021. O EP de estreia se chama “As canções do Écio” e já está disponível gratuitamente pela internet, nas plataformas: Deezer e Spotify. Para conquistar ainda mais o público, as músicas também estão nas redes sociais Tik Tok e Instagram.

O EP resulta de um projeto aprovado no edital 002/2020 do Governo do Estado do Acre, por meio da Fundação de Cultural Elias Mansour, cujos recursos têm origem na Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. O repertório conta com seis músicas selecionadas que passam pelos gêneros Brega, MPB e Samba-canção. Na gravação, houve a participação especial de Gigliane Oliveira, Heloy de Castro e Sandra Buh.

Foto: Narjara Saab

Écio Rogério da Cunha estende seu bom humor ao seu trabalho artístico e afirma que não sentia necessidade de gravar suas composições: “Componho desde jovem, hoje velho, componho bem menos. Sempre cantei essas músicas, mas nunca achei importante divulgar ou registrar em algum lugar. Levei uma vida inteira para compor essas canções, porque elas são de épocas diferentes e contam história que eu vivi em tempos diferentes”, explica o artista.

A decisão por selecionar músicas e as gravar em um projeto autoral veio do incentivo insistente da também artista e amiga, Sandra Buh. “Uma amiga de longa data, [ela] chegou e disse: ‘Écio vamos fazer teu EP, vamos registrar tuas músicas em algum lugar, isso é importante pra tua vida.’”, conta aos risos enquanto recorda dos questionamentos que se fazia até tomar a decisão.

Uma das participações especiais no EP, a artista Sandra Buh fala da admiração pelo amigo e da importância do registro de trabalhos artísticos. “Eu trabalho com o Écio desde 2006 e durante esse longo tempo, conheci as canções dele. Gosto muito da maneira que ele compõe, são músicas engraçadas, reflexivas e aí veio a ideia: ‘Écio, por que você não registra sua música?’. Eu acho importante que os artistas tenham suas obras registradas e ele gostou da ideia. Para mim, foi uma honra participar do EP das Canções do Écio”, revela.

O artista

Apesar da estreia com o EP, Écio Rogério da Cunha vem de trajetória artística com música e teatro desde 1979. Passou por diversos grupos de teatro e grupos de música em Rio Branco (AC) e Brasília (DF).  Professor do Curso de Licenciatura Plena em Artes Cênicas -Teatro e ABI Teatro, na Universidade Federal do Acre (Ufac), tem licenciatura em Música pela Universidade de Brasília (UnB) e mestrado em Letras, Linguagem e Identidade pela Ufac. Atualmente, integra quatro grupos artísticos: Cia Visse e Versa, O barulho do Acre, Macaco Prego da Macaca e o Maracatu Pé Rachado.

Ficha técnica do EP

Compositor: Écio Rogério da Cunha

Arranjador: Écio Rogério da Cunha e Sandoval França

Bateria: Charles Spencer

Guitarra e Percussão: Gabriel Kerchiner

Percussão: Caetano Rogério

Flauta: João Veras

Trompete: Jailson Gomes

Baixo: Carlos Alberto

Participações especiais: Heloy de Castro, Sandra Buh e Gigliane Oliveira

Produção Musical: Écio Rogério e José Risley

Técnico de gravação, Masterização e Mixagem: José Risley

Gravação: RB Estúdio

Produção executiva: Nathânia Oliveira

Assistente de produção: Gigliane Oliveira

Designer gráfico: Renis Ramos

Fotografia: Narjara Saab

 

SERVIÇO
Estreia do artista Écio Rogério da Cunha com o EP autoral “As canções do Écio”

Disponível on-line: plataformas – Deezer e Spotify/ redes sociais – Tik Tok e Instagram

Acesso gratuito

-------- Continua depois da Publicidade--------
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS