29 novembro 2021 7:55 am
24.9 C
Rio Branco
29 novembro 2021 7:55 am

Sindicato dos Policiais Penais repudia sindicato dos servidores do Iapen, que deu declarações pesadas contra a categoria

Acrenews
-------- Continua depois da Publicidade--------

O Sindicato dos Policiais Penais do Acre divulgou nota para repudiar declarações pesadas e comprometedoras contra a categoria dadas pela presidente do Sindicato dos Servidores do Iapen, Kátia Nascimento. Ela acusa os policiais, entre tantas outras coisas, de não gostarem dos servidores e, por isso, criarem uma divisão interna. Veja a nota:

NOTA

O sindicato dos Policiais Penais do Acre vem a público repudiar de forma veementemente a declaração da Sra. Kátia Nascimento, presidente do Sindicato dos Servidores Administrativo do Iapen – SINDISAI, ao dar em público através da TV Câmara do Estado do Acre a seguinte declaração: “eles têm raiva da gente; existe uma cisão, uma divisão lá dentro. É um clima institucional tão pesado gente, que é mais difícil lidar com meus colegas de trabalho do que com preso. Eu tenho mais medo de Policial Penal do que de preso”.

A Sra. Kátia Nascimento foi infeliz ao faltar com a verdade, pois nunca houve cisão dentro do Iapen por parte dos antigos Agentes Penitenciários, que por força de uma PEC foram transformados em Policiais Penais, os quais sempre trataram com urbanidade todos os servidores do quadro do Iapen. Ela foi leviana ao dizer que “tem mais medo de Policial Penal do que de preso”.

A Sra. Kátia Nascimento é sabedora que os presos com os quais ela lida no dia a dia do seu trabalho, são pessoa que cometeram crimes dos mais variados tipos penais por exemplo: crimes de estupro, de homicídio, latrocínio, entre outros, e desta forma a Sra. Kátia Nascimento, ofendeu a honra dos integrantes da nova carreira policial, ao comparar os presos com os Policiais Penais, quando em sua esmagadora maioria o quadro de policiais penais é composto por homens e mulheres probos, com formação escolar de nível superior, os quais são os verdadeiros responsáveis pela aplicabilidade da lei de execução penal no tocante ao cumprimento da pena imposta ao criminoso. Acreditamos que a Sra. Kátia Nascimento estava sob forte emoção e de forma impetuosa, fez tais declarações, pois não há razão alguma para se fazer afirmações irresponsáveis e odiosas, pois apesar de atuarmos no sistema penitenciário com competências e atribuições distintas, sempre houve um ambiente de cooperação e harmonia entre ambas as classes, e por isso esperamos que ela venha à público se retratar diante do constrangimento causado a estes homens e mulheres Policiais Penais que colocam suas vidas em risco para servir e proteger toda a sociedade acreana.

Diretoria do Sindicato dos Policiais Penais do Acre – SINDAPEN/AC

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS