2 dezembro 2021 2:14 am
23.3 C
Rio Branco
2 dezembro 2021 2:14 am

Profissionais do Juruá participam de capacitação sobre prevenção e manejo clínico das doenças sexualmente transmissíveis

Agência de Notícias do Acre
-------- Continua depois da Publicidade--------

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), em parceria com a Organização Pan-americana de Saúde e Ministério da Saúde, oferece de 8 a 11 de novembro, uma capacitação aos profissionais dos municípios que compõem a regional do Juruá-Tarauacá-Envira sobre Profilaxia pós e pré-exposição para prevenção ao HIV e manejo clínico da Sífilis, hepatites virais e HIV na atenção primária.

Suiane Negreiros, infectologista referência na regional do Juruá, durante a capacitação sobre o manejo clínico na atenção primária. Foto: Cedida

Segundo a chefe do Núcleo de Infecções Sexualmente Transmissíveis, HIV/AIDS, Hepatites Virais e Sífilis, Suilany Souza, as ações são de extrema relevância para o Estado e municípios, considerando que muitas das atividades realizadas fora das unidades de saúde de testagem rápida foram prejudicadas durante a pandemia da Covid-19.

“Hoje o estado do Acre apresenta, segundo dados obtidos no Sistema de Monitoramento Clínico do Ministério da Saúde, 39 casos de pacientes com carga viral detectável, mesmo após seis meses de início do esquema terapêutico atual; 382 pacientes em abandono de tratamento e 725 pacientes em GAP de tratamento para o HIV, que são pacientes que foram diagnosticados mas não conseguiram acessar o tratamento”, explicou a Suilany Souza.

Considerando que o HIV, assim como as hepatites virais, são infecções endêmicas no Acre, com alto grau de transmissibilidade e na maioria das vezes silenciosas, é necessário trabalhar a reorganização da Rede de Assistência, com foco a expandir a oferta de ações de prevenção, qualificando a assistência para uma atendimento integral e qualificado, priorizando a descentralização do tratamento da Atenção Primária, com foco no cuidado compartilhado.

“Os profissionais de Saúde que hoje nos apoiam na implementação das ações, são justamente os que compreendem a relevância e necessidade de melhorias dos vários acessos à saúde da nossa população”, destacou Suilany.

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS