30 novembro 2021 10:10 am
23.3 C
Rio Branco
30 novembro 2021 10:10 am

Mulher pega carona com desconhecido e diz que quase foi estuprada em rodovia

Apesar do ato não ter sido consumado, o suspeito teria passado a mão no corpo da vítima; crime foi registrado na MGC-265, em Ubá, na Zona da Mata mineira

da Redação Ecos da Notícia
-------- Continua depois da Publicidade--------

Uma mulher de 22 anos alega ter sofrido uma tentativa de estupro na MGC-265, em Ubá, na Zona da Mata mineira, depois de pegar carona com um desconhecido na cidade de Visconde do Rio Branco. Apesar do ato não ter sido consumado, o suspeito teria passado a mão no corpo da vítima. O crime teria acontecido nessa quarta-feira (3/11).

Conforme a Polícia Militar (PM), a jovem relata que, próximo a um motel na rodovia, o suspeito iniciou a parada do veículo. Nesse momento, ao ser questionado por ela sobre essa atitude, o autor teria revelado a intenção de ter relações sexuais com ela.

Ainda segundo o registro da ocorrência, a mulher disse que não aceitou o convite. Logo, o homem decidiu seguir viagem até o município de Ubá, mas continuou com as investidas sexuais. Nesse sentido, ele teria passado a mão nos seios e nas pernas da vítima.

Na sequência, conforme a PM, a jovem relatou que pediu para sair do carro. O suspeito, porém, só parou o automóvel em frente a outro motel, sacou uma arma de fogo e apontou para a vítima. Logo, ele teria ameaçado atirar caso ela não aceitasse ter relações sexuais com ele.

Mesmo diante da ameaça de morte, a mulher não cedeu. De acordo com o registro policial, ela conseguiu abrir a porta do carro e sair correndo.

A Polícia Militar não informa no registro da ocorrência se realizou uma varredura com o objetivo de tentar localizar o suspeito.

Questionada pela reportagem, a Polícia Civil não esclareceu se o autor foi localizado, mas explicou que haverá investigação para apurar os fatos.

“O caso foi encaminhado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, onde a autoridade policial responsável, Deise Fernandes, realizou diligências preliminares. As investigações prosseguem”, diz a instituição policial em nota.

Fonte: Correio Braziliense

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS