20 novembro 2021 9:23 am
22.3 C
Rio Branco
20 novembro 2021 9:23 am

Homem com câncer nos ossos morre após abordagem policial agressiva, diz família

da Redação Ecos da Notícia
-------- Continua depois da Publicidade--------

Um homem morreu na terça-feira (16) após ter sido abordado agressivamente por policiais militares em Goiânia (GO), de acordo com sua família. Ele sofria de mieloma múltiplo, um tipo de câncer que afeta os ossos, e ficou cinco dias internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital de Urgências de Goiânia antes de morrer. As informações são do UOL.

O barbeiro Chris Wallace da Silva, de 24 anos, sofreu uma abordagem da PM no dia 10 de novembro, quando saiu com um amigo para comprar um refrigerante próximo de sua casa, no bairro Fidélis, na capital goiana. Os dois foram abordados por uma viatura a cerca de 200 metros da residência.

De acordo com o advogado da família, Emanuel Rodrigues, os dois foram questionados se tinham passagem pela polícia, e Chris confirmou que tinha por tráfico de drogas no Tocantins, porém já havia cumprido a pena.

Os policiais teriam realizado uma série de agressões aos dois mesmo com o amigo avisando aos policiais sobre a doença de Chris. Os PMs chegaram a pedir que ele estendesse os braços e ele teria recebido uma pancada com o cassetete.

Chris conseguiu voltar para casa e teve crises convulsivas. Por meio de perguntas e acenos, pois não conseguia falar, o barbeiro conseguiu avisar a mãe que havia sido agredido por policiais, e ela acionou o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para levá-lo ao hospital.

Ainda segundo o UOL, o advogado da família afirma que relatórios médicos apontam que Chris teve traumatismo craniano, uma lesão grave no pulmão, braços trincados e o rim estourado.

O advogado defende que o caso se trata de um homicídio doloso, quando há intenção de matar. Os policiais envolvidos na abordagem ainda não foram identificados.

Fonte: Isto É

-------- Continua depois da Publicidade--------
Artigo anterior

ÚLTIMAS NOTÍCIAS