19 novembro 2021 8:38 pm
23.3 C
Rio Branco
19 novembro 2021 8:38 pm

Governo confirma festa de réveillon em Rio Branco após um ano sem comemoração por conta da pandemia

G1AC
-------- Continua depois da Publicidade--------

Secretário de Empreendedorismo e Turismo diz que ainda vai ser definido local e protocolos que serão seguidos. Evento conta com parceria da prefeitura da capital.


Acreanos receberam 2021 com um 1 minuto de silêncio e soltaram balões brancos em homenagem a mortos pela Covid — Foto: Alcinete Gadelha/G1

O governo do Acre confirmou que este ano vai ocorrer a festa de réveillon em Rio Branco, após um ano sem a comemoração por conta da pandemia da Covid-19. O evento deve ser realizado em parceria com a prefeitura da capital, por meio da Fundação Garibaldi Brasil.

A decisão ocorre em meio à tendência de queda que o Acre registra com relação aos números de mortes e de novos casos de Covid-19. O último registro de morte ocorreu no dia 26 de outubro, então, o estado completa 21 dias sem mortes pela doença. Ao todo, mais de 88 mil pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus e mais de 1,8 mil perderam a vida para a doença.

Ao g1, o secretário de Empreendedorismo e Turismo (Seet) do estado, Jhon Douglas da Costa Silva, disse que assim que assumiu a pasta, no último dia 25 de outubro, o governador Gladson Cameli determinou que a festa fosse realizada. Agora, a equipe da secretaria está em tratativa com a prefeitura para decidir o local do evento, assim como os protocolos que devem ser adotados.

“Vamos delinear quais ações vão ser executadas, como vamos fazer, temos uma imensa preocupação com o tumulto que gera no Centro de Rio Branco e sabemos que existe o fator pós-pandemia, onde temos ideia de que vem pessoas dos municípios. Vai ser uma festa muito linda, e queremos oferecer o melhor para nosso povo. Sabemos que já passamos por muitas dores, todo mundo perdeu alguém próximo devido à pandemia, e o Réveillon vem para trazer esperança, trazer mais alegria para nosso povo”, afirmou o secretário.

O presidente da Fundação Garibaldi Brasil, Pedro Aragão, disse que há a possibilidade de a festa ocorrer em dois pontos, na Gameleira e no Mercado Velho. A ideia é descentralizar o público e, assim, evitar grandes aglomerações.

“Estamos iniciando as conversas, o governo do estado tem a ideia de fazer na Gameleira e a prefeitura de fazer no Mercado Velho. Vamos tentar fazer uma festa grande e bonita e descentralizar o local. Estamos na fase de tratativas mesmo. Todo o planejamento deve ser montado até semana que vem e vamos levar ao conhecimento do Comitê Covid”, disse Aragão.


Espera pelo ano de 2020 na Gameleira, em Rio Branco, reuniu centenas de pessoas, já para 2021 os acreanos ficaram em casa — Foto: Alcinete Gadelha e Aline Nascimento/G1

Ano sem comemoração

Devido à pandemia, a prefeitura cancelou a queima de fogos na Gameleira, no Segundo Distrito de Rio Branco em 2020. Além disso, uma resolução assinada pelo Coordenador do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19, o então secretário de Saúde, Alysson Bestene, o governo do Acre proibiu a realização de festas durante o Natal e o Ano novo.

Diferente de anos anteriores, em 2020 o movimento no bairro da Base, onde ocorre a tradicional queima de fogos para esperar o novo ano, em Rio Branco, foi menor.

Os organizadores e moradores do bairro resolveram fazer diferente em 2020 e soltaram balões brancos em memória às vítimas da Covid-19. No último dia do ano passado, o estado tinha 795 mortos pela doença e mais de 41 mil casos confirmados de contaminação. Na época, a taxa de ocupação dos leitos de UTI nos hospitais da rede SUS no estado subiu para 69%.

O grupo primeiro fez uma oração, seguida de um minto de silêncio e em seguida soltou os balões. Muitos ficaram dentro dos carros devido à chuva, mas outros se reuniram nas calçadas.

-------- Continua depois da Publicidade--------

Covid-19: mais de 82% dos indígenas estão completamente imunizados

Secretário de Saúde Indígena participou do A Voz do Brasil

Covid-19: proteção da CoronaVac pode ser menor em pessoas com HIV

Estudo mostra importância de vacinação e dose de reforço nesse grupo

18 estados registram queda na taxa de letalidade por Covid-19

Dados registrados na primeira quinzena de novembro foram comparados com mesmo período em outubro

ÚLTIMAS NOTÍCIAS