19 novembro 2021 8:25 pm
23.3 C
Rio Branco
19 novembro 2021 8:25 pm

Família envolvida em acidente que deixou mãe e filho mortos em estrada no AC estava a caminho de Rio Branco a trabalho

G1ACRE
-------- Continua depois da Publicidade--------

Três crianças que ficaram feridas tiveram alta do pronto-socorro de Rio Branco e a mãe delas segue internada em observação. Idosa de 74 anos e o filho dela, pai das crianças, de 46, morreram no acidente.


A família envolvida no grave acidente que deixou dois mortos e cinco feridos nessa quinta-feira (4) no KM 85 da BR-317, no interior do Acre, era de Campo Grande e estava a caminho de Rio Branco a trabalho.

Segundo um amigo das vítimas, que preferiu não se identificar e que acompanha outros parentes no Instituto Médico Legal (IML) nesta sexta-feira (5) para liberação dos corpos, o grupo trabalhava com vendas e tinha saído da cidade de Boca do Acre (AM) em direção à capital acreana.

No carro estavam Sandro Estefano Luís, de 46 anos, e a mulher Rosângela Ivanovich, 44. Além da mãe dele, a idosa Regina Estefano, de 73 anos, e três crianças de 11, 8 e 6 anos. Sandro Luíz e a mãe Regina não resistiram à batida e morreram no local antes mesmo de serem socorridos.

Já as crianças e Rosangela foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levadas ao pronto-socorro de Rio Branco. Os filhos tiveram alta médica e a mulher segue internada em observação e sendo acompanhada por neurologista.


Carro da família ficou destruído em acidente — Foto: Arquivo/PRF-AC

A colisão foi entre um carro pequeno e uma caminhonete. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a informação é que a caminhonete foi entrar em uma propriedade e não viu o carro que seguia na pista, em direção à capital Rio Branco. O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar vítimas das ferragens.

Além da família, o motorista da caminhonete também teria ficado ferido, segundo a PRF, e foi socorrido.

O amigo da família disse ainda que o motorista da caminhonete chegou a deixar um telefone de contato de um advogado dizendo que iria dar toda assistência. No entanto, o homem não foi mais localizado e a família não têm condições financeiras de levar os corpos das vítimas para o estado de origem.

“Eles estavam em Boca do Acre a trabalho e saíram de lá para vir em Rio Branco, porque ele vendia faquinha de amolar facão, serrote, essas coisas. O rapaz da caminhonete bateu nele e não está prestando nenhum socorro. Falou que ia pagar o caixão do povo e não pagou nada, deixou o número do advogado dele, não estamos conseguindo contato. Eles aqui não têm dinheiro, um pessoal humilde. Estamos vendo se conseguimos falar com o motorista, para ver se conseguimos levar os corpos. Era só o pai que trabalhava para sustentar essa família, como essa família vai viver agora?”, disse o amigo.


Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar vítimas das ferragens — Foto: Arquivo/PRF-AC

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS