19 novembro 2021 8:35 pm
23.3 C
Rio Branco
19 novembro 2021 8:35 pm

Em Tarauacá, criança nasce com malformação congênita e pai faz vídeo, “Parem de divulgar fotos do meu filho”

Juruá Informativa
-------- Continua depois da Publicidade--------

Na manhã desta sexta-feira (05/11), o Jornal Juruá Informativa recebeu informações de um bebê que teve malformação congênita no último sábado 30/10 no hospital geral de Tarauacá. A imagem da criança com um outro feto na boca, circulou as redes sociais principalmente os grupos de WhatsApp, e pessoas fazendo comentários negativos.

Segundo as informações do próprio pai, Seu Francisco, a família vem sofrendo com a divulgação das fotos não autorizadas, e com os áudios onde chamam o seu filho de monstro, inclusive já está levando vários “divulgadores” para justiça.

Veja o Video:

A malformação congênita, também chamada de anomalia congênita ou doença congênita é uma anomalia estrutural ou funcional que ocorre durante a gestação e pode ser identificada durante a gravidez, no nascimento ou após alguns dias de vida. Ela pode afetar quase todas as partes do corpo do bebê como coração, cérebro, pés etc., comprometendo a aparência, o funcionamento do corpo ou ambos.

De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a cada ano, cerca de 8 milhões de bebês no mundo nascem com essa doença e desse total, cerca de 3 milhões morrem antes de completar o quinto aniversário. Na América Latina, os defeitos congênitos são responsáveis pela morte de 21% das mortes de crianças menores de 5 anos e no caso de recém-nascidos estima-se que um em cada cinco falece durante os primeiros 28 dias de vida. No Brasil, a malformação congênita é considerada a segunda principal causa de morte de bebês e crianças, em primeiro lugar está a prematuridade.

-------- Continua depois da Publicidade--------

Covid-19: mais de 82% dos indígenas estão completamente imunizados

Secretário de Saúde Indígena participou do A Voz do Brasil

Covid-19: proteção da CoronaVac pode ser menor em pessoas com HIV

Estudo mostra importância de vacinação e dose de reforço nesse grupo

18 estados registram queda na taxa de letalidade por Covid-19

Dados registrados na primeira quinzena de novembro foram comparados com mesmo período em outubro

ÚLTIMAS NOTÍCIAS