28 novembro 2021 3:12 pm
28.3 C
Rio Branco
28 novembro 2021 3:12 pm

Doria sofre derrota interna a 20 dias das prévias do PSDB

Comissão decidiu cancelar participação de 92 prefeitos que apoiam governador, filiados recentemente. PSDB de São Paulo nega fraude

R7
-------- Continua depois da Publicidade--------

Ao desembarcar em São Paulo na madrugada desta quarta-feira (3), depois de oito dias no exterior, o governador João Doria receberá uma notícia capaz de azedar seu humor: a de que perdeu uma simbólica batalha interna para o adversário Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, a apenas 20 dias da decisão do partido sobre quem será o escolhido para a disputa ao Planalto em 2022. A comissão de prévias decidiu por unanimidade não acatar a participação de 92 prefeitos e vice-prefeitos na decisão partidária que ocorrerá no dia 21. A filiação do grupo, que deveria descarregar seus votos em Doria, teria ocorrido fora do prazo permitido.

“A comissão entendeu que todos os 92 nomes não estão aptos a participar do Colégio Eleitoral das Prévias e devem ser excluídos automaticamente da lista de eleitores, tanto para votar nas urnas do TRE-DF quanto no aplicativo”, diz a nota, assinada pelo senador José Aníbal. A decisão, na prática, encampa a tese do governador do Rio Grande do Sul e principal concorrente de Doria na disputa interna.

O caso agrava o mal-estar no ninho tucano porque lança sobre Doria a suspeita de fraude no processo seletivo. A ideia foi rebatida pelo presidente do PSDB de São Paulo, Marco Vinholi, que é secretário de Desenvolvimento Regional do governo Doria. “A discussão em questão não tem nenhuma relação com fraude ou irregularidade”, afirmou, por meio de nota. “Os filiados de todo o Brasil que tiveram a sua inserção no sistema de prévias do TSE e que quiserem participar do processo deverão ingressar com pedido e comprovação de filiação junto ao presidente Nacional do PSDB, Bruno Araújo”, sustentou Vinholi.

A comissão de prévias deu prazo para que os filiados que foram alvo da decisão que inviabiliza a participação na decisão do dia 21 contestem a medida: 72 horas a partir da publicação. “Caberá ao prefeito ou vice-prefeito que se sentir prejudicado, contestar a decisão da Comissão de Prévias e solicitar diretamente ao presidente da Executiva Nacional sua inclusão na lista de eleitores das prévias”, diz a nota.

-------- Continua depois da Publicidade--------

ÚLTIMAS NOTÍCIAS